Depois de três trabalhos de estúdio de sucesso comercial razoável e três anos em hiato, o LCD Soundsystem assume a liderança da parada americana de discos pela primeira vez com o aguardado lançamento de seu álbum de retorno, “American Dream”.

O título chegou às lojas impulsionado pelas vendas conjuntas com a sua turnê de divulgação — estratégia que também beneficiou nomes como Metallica, Katy Perry, The Chainsmokers e Arcade Fire — , garantindo a primeira colocação ao projeto de James Murphy nos Estados Unidos e apenas a terceira no Reino Unido, onde a banda irlandesa The Script ocupa o topo com seu novo disco, “Freedom Child”.

Em contrapartida, as listas de singles de ambos os lados do oceano Atlântico continuam lideradas por Taylor Swift. A mais recente música de trabalho da cantora, “Look What You Made Me Do”, continua acumulando números grandiosos junto à nova faixa promocional de “Reputation”, “…Ready For It?”, que debuta nas quarta e sétima posições em territórios americano e britânico, respectivamente.

BILLBOARD
ESTADOS UNIDOS

A soberania de Taylor Swift com sua nova música de trabalho, “Look What You Made Me Do”, deve perseverar nas paradas por muito tempo. Em sua segunda atualização na tabela, a canção continua registrando grandes índices e permanece na primeira colocação, ao mesmo tempo que lidera a lista de streams em terras americanas com 61,2 milhões de execuções.

Ao longo da última semana, a faixa também obteve cerca de 114 mil vendas digitais e 70 milhões de pontos em formato airplay (baseado nas reproduções em rádios pelos Estados Unidos), mantendo boa parcela dos números positivos de seu lançamento.

Em questão de downloads, o single apenas fica atrás da nova canção promocional de Swift, “…Ready For It?”. A canção, lançada na semana passada sem avisos prévios e reproduzida durante um comercial da emissora ABC, debuta no quarto lugar com 135 mil unidades digitais, tornando Taylor a segunda artista a ter conquistado mais de 100 mil downloads com duas faixas em apenas uma semana em 2017 (juntando-se à Ed Sheeran no lançamento simultâneo de “Shape Of You e “Castle On The Hill” em janeiro).

Pela primeira vez em quase três anos, as duas primeiras colocações da Billboard Hot 100 são ocupadas por dois singles solo de artistas femininas. Isso pois Cardi B continua a escalar a tabela com o sucesso de “Bodak Yellow”, que agora se encontra na vice-liderança conforme sua popularidade cresce nos serviços de streaming e nas plataformas digitais.

A última ocasião que tal fato aconteceu foi em dezembro de 2014, quando a própria Taylor, que divulgava a ex-líder “Blank Space”, dividiu um dos dois primeiros lugares com “All About That Bass”, de Meghan Trainor. Na época, tal domínio feminino encerrou uma liderança de 15 semanas de singles masculinos, enquanto esta é a primeira vez que isso ocorre desde então.

Logic também chega à uma nova posição de pico com a música de trabalho mais bem-sucedida de sua carreira, “1–800–273–8255”. A parceria com Alessia Cara e Khalid sobe para o quinto posto da lista, conforme acumula 61 mil vendas digitais e 30,6 milhões de audições nas plataformas de streaming e ultrapassa DJ Khaled, Charlie Puth, Imagine Dragons, French Montana e Shawn Mendes.

Com isso, estes são os dez singles de melhor desempenho na Billboard Hot 100 nessa semana:

1. “Look What You Made Me Do”, Taylor Swift (-)
2. “Bodak Yellow”, Cardi B (3–2)
3. “Despacito”, Luis Fonsi e Daddy Yankee com Justin Bieber (2–3)
4. “…Ready For It?”, Taylor Swift (*)
5. “1–800–273–8255”, Logic com Alessia Cara e Khalid (9–5)
6. “Wild Thoughts”, DJ Khaled com Rihanna e Bryson Tiller (4–6)
7. “Attention”, Charlie Puth (5–7)
8. “Believer”, Imagine Dragons (6–8)
9. “Unforgettable”, French Montana e Swae Lee (7–9)
10. “There’s Nothing Holdin’ Me Back”, Shawn Mendes (8–10)

Quando o LCD Soundsystem se despediu em 2014, com uma discografia de apenas três trabalhos, muitos lamentavam uma despedida tão precipitada para uma carreira tão promissora. Três anos depois, o grupo liderado por James Murphy retorna com um novo álbum de estúdio, “American Dream”, pronto para atender às enormes expectativas dos fãs.

A longa espera por material inédito concedeu à banda um ótimo percentual de estreia. Em sua semana de lançamento, o projeto reuniu aproximadamente 85 mil cópias comercializadas pelos Estados Unidos, soma maior do que a obtida por qualquer outro título do LCD Soundsystem em seu país natal.

Do índice total, apenas 4 mil são provenientes de reproduções em plataformas de streaming — quesito este que continua beneficiando grandemente nomes como Lil Uzi Vert e XXXTENTACION. Ambos os rappers estrearam seus novos trabalhos nos dois primeiros lugares na semana passada e continuam garantindo resultados positivos, conforme se mantêm na região de destaque da Billboard 200.

“American Dream” é o terceiro álbum consecutivo a debutar diretamente no topo da lista pela primeira vez, sucedendo os lançamentos de Lil Uzi Vert e Brand New nas duas últimas semanas. Tal série de estreantes na primeira posição se repetiu pela última vez entre junho e agosto de 2015, quando não apenas três, mas sete nomes (Florence + The Machine, Muse, James Taylor, Breaking Benjamin, Meek Mill, Tyrese e Future) fincaram seu pico na liderança seguidamente.

Além do LCD Soundsystem, quatro novos nomes retornam às dez primeiras colocações da Billboard 200. O mais ascendente deles é o Imagine Dragons, que escala seis degraus rumo ao sexto posto da tabela com o seu mais recente título, “Evolve”, que se beneficia de seu desconto digital no iTunes americano assim como SZA e Ed Sheeran, que se encontram nas nona e décima posições, respectivamente.

Por fim, ainda se destaca o crescimento do último álbum de estúdio lançado por Logic, “Everybody”. O trabalho, que chegou ao topo da lista em maio, agora ocupa o oitavo lugar impulsionado pelo sucesso do single “1–800–273–8255”, parceria com Alessia Cara e Khalid que ganhou força após sua performance durante o MTV Video Music Awards.

Os dez discos melhor posicionados na mais recente atualização da Billboard 200 são:

1. “American Dream”, LCD Soundsystem (*)
2. “Luv Is Rage 2”, Lil Uzi Vert (1–2)
3. “17”, XXXTENTACION (2–3)
4. “DAMN.”, Kendrick Lamar (5–4)
5. “American Teen”, Khalid (8–5)
6. “Evolve”, Imagine Dragons (12–6)
7. “Project Baby Two”, Kodak Black (9–7)
8. “Everybody”, Logic (11–8)
9. “Ctrl”, SZA (14–9)
10. “÷”, Ed Sheeran (13–10)

OFFICIAL CHARTS
REINO UNIDO

Tal como já era esperado após sua estreia impactante em território britânico, Taylor Swift permanece por uma segunda semana na liderança da lista de singles com a sua mais recente música de trabalho, “Look What You Made Me Do”. A canção continua acumulando grandes números comerciais e deve dominar as paradas pelas próximas atualizações.

Insatisfeita com o topo, a cantora ainda debutou uma nova faixa promocional de seu próximo disco na sétima colocação. Trata-se de “…Ready For It?”, a segunda prévia de “Reputation” lançada de surpresa na semana passada que marca a 11ª aparição de Taylor entre as dez primeiras posições do Official Charts.

Apesar de ter sido a principal estreia de grande destaque na tabela britânica nessa semana, a faixa não é a única a figurar entre as dez primeiras posições pela primeira vez. “Sorry Not Sorry”, atual single de Demi Lovato, sobe para o nono lugar depois de nove semanas na lista, alcançando um novo pico com sua crescente popularidade pelo Reino Unido.

O colombiano J Balvin e o francês Willy William também superam suas marcas pessoais na parada com o novo posicionamento de sua parceria, “Mi Gente”. A música escala em direção ao quinto degrau da lista conforme conquista ainda mais espaço em território britânico, sucedendo a popularização do reggaeton após o sucesso de “Despacito”, colaboração entre Luis Fonsi e Daddy Yankee impulsionada pelo remix de Justin Bieber que abandona os dez primeiros lugares pela primeira vez em 17 semanas.

“Feels”, recente hit de Calvin Harris com Pharrell Williams, Katy Perry e Big Sean, também deixa a região britânica de destaque ao despencar 16 postos rumo à 18ª colocação. Agora, o quarto lugar é ocupado por “Friends”, parceria de Justin Bieber com o produtor BloodPop.

Também aproveitando-se dos espaços dados, a boyband latino-americana CNCO também ganha uma posição com o single “Reggaetón Lento”, relançado com a participação especial do Little Mix. Graças ao sucesso alcançado pelo reforço da girlband, a canção chega ao sexto posto da tabela — um atrás de seu pico geral.

As dez primeiras colocações da parada britânica de singles são ocupadas pelas seguintes faixas:

1. “Look What You Made Me Do”, Taylor Swift (-)
2. “New Rules”, Dua Lipa (-)
3. “What About Us”, P!nk (-)
4. “Friends”, Justin Bieber e BloodPop (5–4)
5. “Mi Gente”, J Balvin e Willy William (9–5)
6. “Reggaetón Lento”, CNCO e Little Mix (7–6)
7. “…Ready For It?”, Taylor Swift (*)
8. “More Than Friends”, James Hype e Kelli-Leigh (-)
9. “Sorry Not Sorry”, Demi Lovato (12–9)
10. “Sun Comes Up”, Rudimental e James Arthur (6–10)

Alavancados pela sua força comercial no Reino Unido, o The Script novamente assume a primeira colocação da tabela local de discos. Desta vez, o grupo irlandês chega ao topo com o seu mais novo álbum de estúdio, “Freedom Child”, responsável por reunir mais que o dobro do obtido pelo vice-líder Ed Sheeran.

O título já é o quarto trabalho da banda a se posicionar à frente do ranking, sucedendo projetos como “The Script” (2008), “Science & Faith” (2010) e “No Sound Without Silence” (2014) e fazendo do trio um dos poucos nomes a ter emplacado mais de quatro discos no topo, grupo este que também inclui Coldplay, One Direction, Robbie Williams e The Prodigy, entre outros artistas.

Mesmo não igualando ao conquistado nos Estados Unidos, o LCD Soundsystem também faz sua estreia em alta na terra da Rainha. O novo material de James Murphy, “American Dream”, emerge no terceiro lugar da tabela, quebrando o recorde pessoal do grupo estabelecido pelo lançamento de “This Is Happening”, que chegou ao sétimo posto em 2010.

Além do The Script, outros três nomes também figuram entre as primeiras colocações impulsionados pela sua reputação local. O mais notável deles é o Orchestral Manouevres In The Dark, banda inglesa que debuta seu álbum inédito, “The Punishment Of Luxury”, diretamente no quarto lugar da tabela — sua melhor colocação na parada desde 1991.

O grupo escocês de rock Mogwai também tem o seu destaque com o lançamento de seu novo trabalho de estúdio, “Every Country’s Sun”. O desempenho do título concede ao quinteto seu melhor posicionamento na lista em mais de vinte anos de carreira, superando os seus nove antecessores.

Ao contrário da banda, Jake Bugg esteve abaixo do registrado por seus outros trabalhos com a chegada do inédito “Hearts That Strain”. O álbum aparece apenas na sétima colocação e marca a pior estreia do britânico em sua discografia, apesar de se consagrar como o quarto projeto consecutivo do cantor a ocupar um dos dez primeiros lugares em sua terra natal.

Confira como são preenchidas as dez primeiras posições da tabela britânica de discos:

1. “Freedom Child”, The Script (*)
2. “÷”, Ed Sheeran (-)
3. “American Dream”, LCD Soundsystem (*)
4. “The Punishment Of Luxury”, Orchestral Manoeuvres In The Dark (*)
5. “Villains”, Queens Of The Stone Age (1–5)
6. “Every Country’s Sun”, Mogwai (*)
7. “Hearts That Strain”, Jake Bugg (*)
8. “Human”, Rag’n’Bone Man (7–8)
9. “Dua Lipa”, Dua Lipa (-)
10. “The 50 Greatest Hits”, Elvis Presley (6–10)


 

Três anos após o sucesso estrondoso de seu trabalho de estreia, Sam Smith promete retornar em destaque com seu mais novo single, “Too Good At Goodbyes”. A faixa tem acumulado grandes percentuais de venda tanto nos Estados Unidos quanto no Reino Unido — onde a estreia na liderança já é quase garantida e pode apenas ser ameaçada por Taylor Swift.

O country deve aparecer em alta na próxima atualização da parada americana de discos. Ao todo, três títulos têm grandes chances de debutar em alta, incluindo “Current Mood”, de Dustin Lynch; “Slowheart”, de Kip Moore; e “Life Changes”, sucesso comercial de Thomas Rhett que deve se tornar o primeiro álbum do gênero a chegar ao topo da Billboard 200 em 2017.

Além de tais trabalhos, ainda vale mencionar os lançamentos do The National, Jack Johnson e ODESZA, que também largaram com percentuais positivos com seus novos discos e devem assumir alguma das dez primeiras colocações na semana que vem.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.