Por muito tempo cotada como uma das principais revelações do rap feminino, Cardi B finalmente chegou ao topo. Com o enorme sucesso de seu single de estreia, “Bodak Yellow”, em terras americanas, a novaiorquina alcança a primeira colocação da Billboard Hot 100 ao mesmo tempo que supera Taylor Swift e sua última música de trabalho, “Look What You Made Me Do”.

Não apenas a rapper — que agora é a segunda artista feminina do gênero a assumir a liderança nos Estados Unidos sem quaisquer participações especiais ao lado de Lauryn Hill — , mas também Post Malone se destaca com o lançamento de “Rockstar”, parceria com 21 Savage que estreia no segundo lugar em seu país natal e na quinta colocação no Reino Unido.

Provando seu status como um dos grandes representantes do rock na atual indústria fonográfica, o Foo Fighters voltou a ser destaque com o lançamento de seu mais recente álbum de estúdio, “Concrete And Gold”, que, apesar de dividir a crítica e o público, ainda foi suficiente para chegar ao topo das duas mais importantes paradas musicais do mundo.

Não apenas a banda de Dave Grohl, mas diversos outros nomes também encabeçaram os principais lançamentos da última semana. Entre nomes como Prophets Of Rage, Gary Numan e Big & Rich, destaca-se o desempenho de “Love Yourself: Her”, trabalho inédito do grupo sul-coreano BTS que se torna o primeiro disco de k-pop a aparecer entre as dez primeiras posições da tabela americana.

BILLBOARD
ESTADOS UNIDOS

A gigantesca repercussão de Taylor Swift e seu single de retorno, “Look What You Made Me Do”, não foi suficiente para manter a liderança por mais uma atualização da parada americana. A cantora despenca para a terceira posição, enquanto Cardi B sobe para o topo com o estrondoso sucesso de “Bodak Yellow” e Post Malone debuta sua nova música de trabalho na segunda colocação.

A rapper novaiorquina assume a primeira colocação da tabela impulsionada pelo crescimento comercial do hit, que registrou cerca de 46,4 milhões de execuções em plataformas de streaming e 56 mil vendas digitais após seu desconto no iTunes. Apesar de ocupar o topo da Billboard Hot 100, a faixa não lidera nenhum dos três rankings por quesito (downloads, streams e airplay) pela segunda semana consecutiva.

Com o desempenho de “Bodak Yellow”, Cardi B se torna apenas a segunda rapper feminina a assumir a liderança dos Estados Unidos sem a necessidade de nenhuma participação especial. A última vez que tal evento ocorreu foi em 1998, quando Lauryn Hill estreou na primeira posição com o sucesso “Doo Woop (That Thing)”.

O rap também marca presença logo no segundo lugar com o mais novo single de Post Malone. “Rockstar”, gravada em parceria com 21 Savage, registra a segunda aparição do americano entre os dez primeiros lugares e sua melhor colocação na lista até então, sucedendo o desempenho obtido pela sua última música de trabalho, “Congratulations”, que fincou seu pico no oitavo posto da tabela em julho.

A banda americana Portugal. The Man também melhora seu recorde pessoal na Billboard Hot 100 com a grande ascensão de seu maior sucesso até então, “Feel It Still”. A faixa sobe quatro lugares rumo à décima posição, impulsionada pelos seus 86 milhões de pontos registrados em airplay (contabilizados a partir de suas reproduções nas rádios americanas) e seus 41 mil downloads.

De volta à região de destaque da tabela, Yo Gotti e sua mais recente colaboração com Nicki Minaj, “Rake It Up”, chega ao oitavo lugar da lista graças aos seus elevados percentuais de streams, que beiraram os 28,2 milhões ao longo da última semana, e sua performance no programa de Jimmy Fallon.

Confira como são ocupadas as dez primeiras posições da Billboard Hot 100 nesta semana:

1. “Bodak Yellow”, Cardi B (2–1)
2. “Rockstar”, Post Malone e 21 Savage (*)
3. “Look What You Made Me Do”, Taylor Swift (1–3)
4. “1–800–273–8255”, Logic com Alessia Cara e Khalid (3–4)
5. “Despacito”, Luis Fonsi e Daddy Yankee com Justin Bieber (4–5)
6. “Unforgettable”, French Montana e Swae Lee (7–6)
7. “Believer”, Imagine Dragons (9–7)
8. “Rake It Up”, Yo Gotti e Nicki Minaj (16–8)
9. “Attention”, Charlie Puth (8–9)
10. “Feel It Still”, Portugal. The Man (14–10)

Quase três anos após a chegada de seu último trabalho de estúdio, o Foo Fighters retornou à cena musical com “Concrete And Gold”, aguardado novo disco do grupo produzido por Greg Kurstin e com a colaboração especial de artistas como Paul McCartney, Justin Timberlake, Alison Mosshart, do The Kills; e Shawn Stockman, do Boyz II Men.

Correspondendo às expectativas acerca do projeto, o álbum reuniu aproximadamente 127 mil unidades comercializadas em sua primeira semana disponível (sendo mais de 90% delas proveniente do formato tradicional de vendas, representado pelas versões física e digital), índice suficiente para assegurar a primeira colocação da lista.

“Concrete And Gold” é apenas o segundo título do Foo Fighters a chegar à liderança da Billboard 200, apesar do enorme reconhecimento do sexteto como um dos grandes nomes do rock da atualidade, e o oitavo a ocupar um dos dez primeiros lugares. Até então, Dave Grohl e companhia haviam apenas assumido o topo com “Wasting Light”, de 2011.

Além do Foo Fighters, o BTS também impacta as dez primeiras posições com o lançamento de seu novo álbum de estúdio, “Love Yourself: Her”. O disco não apenas marca a melhor colocação do grupo na tabela em toda sua carreira, como também se torna o primeiro título de k-pop a chegar à região de destaque da Billboard 200.

Ao todo, o projeto inédito reuniu 31 mil cópias vendidas pelos Estados Unidos — em sua grande maioria contabilizadas por meio de downloads e streams — , superando o número de seu antecessor, “Wings”, e registrando a melhor semana de abertura de k-pop.

Por fim, o duo americano de country Big & Rich também emerge entre os principais degraus da parada pela primeira vez desde 2007 com seu mais novo trabalho, “Did It For The Party”. O disco estreia diretamente no nono lugar — uma posição acima de “Stoney”, último título de Post Malone que retorna ao décimo posto com a repercussão do mais recente single do rapper, “Rockstar”, que não está presente no trabalho.

As dez primeiras colocações da Billboard 200 agora são ocupadas pelos seguintes álbuns:

1. “Concrete And Gold”, Foo Fighters (*)
2. “Luv Is Rage 2”, Lil Uzi Vert (4–2)
3. “Life Changes”, Thomas Rhett (1–3)
4. “DAMN.”, Kendrick Lamar (8–4)
5. “17”, XXXTENTACION (6–5)
6. “American Dream”, Khalid (9–6)
7. “Love Yourself: Her”, BTS (*)
8. “Evolve”, Imagine Dragons (13–8)
9. “Did It For The Party”, Big & Rich (*)
10. “Stoney”, Post Malone (17–10)

OFFICIAL CHARTS
REINO UNIDO

Sam Smith voltou à indústria fonográfica para permanecer no topo. Pela segunda atualização consecutiva, o cantor britânico lidera a tabela de singles de sua terra natal com seu lançamento de retorno, “Too Good At Goodbyes”, alavancado pelas visualizações de seu videoclipe oficial.

Apesar de pouco distante do topo, Post Malone ainda representa competição aos demais primeiros colocados com o lançamento de sua nova música de trabalho, “Rockstar”. A parceria com 21 Savage repete seu desempenho positivo pelos Estados Unidos e debuta na quinta posição (seu pico no Official Charts), reunindo grandes números principalmente em downloads.

Não apenas o rapper, mas Camila Cabello também melhora sua marca pessoal na tabela britânica de singles com o crescente sucesso de “Havana” no Reino Unido. A colaboração com Young Thug escala três degraus em direção ao sétimo lugar da lista, registrando a melhor colocação da cantora em toda sua carreira solo e desbancando nomes como Justin Bieber e Zayn.

A maior ascensão desta atualização, contudo, é de Avicii. O DJ foi da 21ª à décima posição da tabela com sua nova música de trabalho, “Lonely Together”, faixa produzida em colaboração com Rita Ora que representa sua nona aparição entre os primeiros postos da parada britânica e a décima da cantora.

O single também é o primeiro do sueco a atingir tal região em mais de dois anos, depois de anunciar o suposto fim de sua carreira. A última canção a alcançar esse pico foi “Waiting For Love”, que chegou à sexta colocação em 2015.

As dez faixas melhor posicionadas na mais recente atualização da parada britânica são:

1. “Too Good At Goodbyes”, Sam Smith (-)
2. “New Rules”, Dua Lipa (-)
3. “What About Us”, P!nk (4–3)
4. “Look What You Made Me Do”, Taylor Swift (3–4)
5. “Rockstar”, Post Malone e 21 Savage (*)
6. “Reggaetón Lento”, CNCO e Little Mix (7–6)
7. “Havana”, Camila Cabello e Young Thug (10–7)
8. “Friends”, Justin Bieber e BloodPop (6–8)
9. “Dusk Till Dawn”, Zayn e Sia (5–9)
10. “Lonely Together”, Avicii e Rita Ora (21–10)

As altíssimas expectativas para o novo álbum de estúdio do Foo Fighters, “Concrete And Gold”, não deixavam dúvidas sobre seu sucesso comercial. Contabilizadas suas vendas, o trabalho estreia diretamente na primeira colocação, tendo somado aproximadamente 61 mil unidades comercializadas pelo Reino Unido.

Com isso, o disco se torna o quarto da banda a assumir o topo da tabela britânica. O grupo de Dave Grohl já havia ocupado a liderança anteriormente com “One By One” (2002), “Echoes, Silence, Patience & Grace” (2007) e “Wasting Light” (2011).

O sexteto foi o único nome a impedir que “Savage (Songs From A Broken World)”, mais novo trabalho de estúdio de Gary Numan, debutasse na primeira posição. O disco emerge na vice-liderança da lista e é o primeiro do cantor a ocupar um de seus dez primeiros postos em surpreendentes 35 anos. Apenas seu projeto de estreia, “The Pleasure Principle”, esteve à frente do recém-lançado título, quando alcançou o topo em 1979.

Outro lançamento de peso é o do Prophets Of Rage, supergrupo formado por integrantes do Rage Against The Machine, Audioslave, Public Enemy e Cypress Hill. O álbum homônimo de estreia da banda debuta na sexta colocação, superando suas expectativas de venda pelo Reino Unido.

Com a conquista do renomado Mercury Prize Award — prêmio concedido ao melhor álbum britânico anualmente — , Sampha retornou às primeiras posições da parada com seu último sucesso de crítica, “Process”, que aparece no sétimo lugar da lista e registra uma sexta semana na tabela.

Com isso, as dez primeiras colocações do Official Charts são preenchidas da seguinte forma:

1. “Concrete And Gold”, Foo Fighters (*)
2. “Savage (Songs From A Broken World)”, Gary Numan (*)
3. “÷”, Ed Sheeran (-)
4. “Freedom Child”, The Script (5–4)
5. “Human”, Rag’n’Bone Man (4–5)
6. “Prophets Of Rage”, Prophets Of Rage (*)
7. “Process”, Sampha (*)
8. “Dua Lipa”, Dua Lipa (10–8)
9. “Sleep Well Beast”, The National (1–9)
10. “Moana (Official Motion Picture Soundtrack)”, trilha sonora de “Moana: Um Mar de Aventuras” (13–10)


 

As próximas atualizações das tabelas americana e britânica devem receber várias estreias com a grande onda de lançamentos da última semana. A corrida pelo topo, entretanto, será marcada por dois novos álbuns de estúdio: “Wonderful Wonderful”, trabalho inédito do The Killers; e “Gemini”, primeiro disco solo de Macklemore em 12 anos.

Além de ambos, nomes como Fergie, Kevin Gates, Jhene Aikó e Lecrae também entram na disputa pelos dez primeiros lugares tanto nos Estados Unidos quanto no Reino Unido.

Apesar de “Believer” ter decaído em suas vendas ao longo das últimas semanas, o Imagine Dragons já está pronto para dar continuidade à divulgação de “Evolve”. A atual música de trabalho da banda, “Thunder”, continua se destacando em downloads e tem chances de subir na parada americana — assim como “Look What You Made Me Do”, hit de Taylor Swift que pode retornar à liderança após receber um desconto no iTunes.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.