20 de novembro de 2017 por Poliana Fontenele.

Todos nós sabemos que as premiações do mundo artístico são sempre divertidas de assistir e nunca falham em trazer grandes momentos para nós, os fãs. E o AMA 2017 não fica fora dessa!

A nova edição do evento aconteceu nesse domingo (19) e se você perdeu, não se preocupe. Trazemos agora para vocês os acontecimentos mais marcantes que tornaram a última edição do American Music Awards inesquecível.

P!nk dando um show, ou melhor, dois!

A abertura do American Music Awards ficou por conta das rainhas P!nk e Kelly Clarkson. Cantando juntas pela primeira vez, as duas deixaram todos nós (mais) admirados por seus talentos e nos perguntando como aquilo nunca havia acontecido antes. A música escolhida, “Everybody Hurts”, originalmente do R.E.M., foi uma homenagem a todas as vítimas dos recentes atentados que estão acontecendo ao redor do mundo.

Em sua segunda performance da noite, P!nk se superou ao se pendurar no exterior do hotel J. W. Mariott, em Los Angeles, para cantar “Beautiful Trauma”, música que dá nome ao seu novo álbum. Essa não é a primeira vez que a cantora se apresenta “voando”, mas a cada momento nos surpreendemos com a sua incrível capacidade de cantar fazendo acrobacias.

A volta conceitual de Selena aos palcos (e com visual novo)

Essa foi a primeira performance de Selena Gomez após a cirurgia de transplante de rim que fez por conta da doença lúpus, e também a primeira apresentação da cantora na televisão este ano. Em divulgação do seu novo single “Wolves”, parceria com DJ Marshmello, Gomez entregou uma performance bem diferente e conceitual. Com vibes de filmes de mistério, uma camisola branca, machucados e várias dançarinas, Selena voltou aos palcos nos lembrando como fez falta durante todo esse tempo. Para completar, a moça fez tudo isso de visual novo: com os cabelos loiríssimos!

O tributo a Whitney Houston

Se existe alguém que pode fazer um tributo a Whitney Houston, esse alguém é Christina Aguilera. Devido aos 25 anos do filme “O Guarda-Costas”, estrelado por Houston, e ao legado que a cantora deixou no cenário musical, Aguilera foi escolhida para prestar uma homenagem especial a Whitney. A performance entregou um medley das músicas “I Will Always Love You”, “I Have Nothing”, “Run To You” e “I’m Every Woman”, todas do filme “O Guarda-Costas” e grandes sucessos da estrela Whitney Houston, falecida em 2012.

A estreia do grupo coreano BTS na televisão americana

Não é novidade que o K-pop (música pop coreana) está se tornando cada vez mais conhecido no mundo. A comprovação está no sucesso do grupo BTS, que nessa última noite fez a sua primeira apresentação na televisão norte-americana durante o AMA. Performando o single “DNA”, os garotos conquistaram a plateia e os telespectadores, ganhando até elogios de ninguém mais, ninguém menos do que Jared Leto logo após a apresentação.

Duas palavras, um ícone: Diana Ross

Se a noite do AMA 2017 pode ser considerada mais do que especial, o motivo é Diana Ross, uma das maiores vozes reconhecidas mundialmente. Chamada ao palco pelo filho Evan Ross, a estrela brilhou no encerramento da cerimônia ao cantar um medley dos seus maiores sucessos “I’m Coming Out”, “Best Years of My Life” e “Ain’t No Mountain High Enough”. No final, a cantora foi prestigiada com o Lifetime Achievement Award, prêmio em homenagem a toda sua carreira. Durante o seu discurso, Diana chamou toda a família Ross (incluindo o show de fofura dos netos) para subir no palco e agradecer todo o amor que recebe.

Definitivamente não esqueceremos desse AMA. Qual foi o melhor momento na sua opinião?

Veja também: AMA 2017: Confira performances e vencedores da premiação

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.