shawn-mendes
Após conquistar uma fanbase sólida fazendo Vines, Shawn Mendes acaba de elevar seus parâmetros de sucesso a novos patamares com a conquista do #1 dessa semana da Billboard 200, a parada norte-americana de álbuns. O jovem de apenas 16 anos vendeu 119,000 cópias equivalentes de seu álbum de estreia, “Handwritten“; Desse número, 106 mil foram vendas de álbuns tradicionais.

(Não sabe a diferença entre unidades equivalentes e tradicionais? Vem ver a explicação aqui na coluna da semana passada!)

A sensação teen é o artista mais jovem a ter um número 1 na parada de álbuns em quase cinco anos. Consegue adivinhar quem foi seu antecessor? Sim, ele mesmo: Justin Bieber e seu álbum “My World 2.0” passaram quatro semanas no topo em Maio de 2010. Naquela época, Justin tinha 16 anos e 2 meses – Shawn tem 16 anos e 8 meses hoje. O EP homônimo de Shawn estreou no quinto lugar ano passado, e vendeu 101 mil cópias até hoje. Outro fato importante é que seu álbum ainda não tem singles bem-sucedidos nas paradas – nada de Hot 100, Top 40… nem perto. Pra vender tanto disco sem música de sucesso, só com fãs muito dedicados mesmo!

A trilha sonora de Velozes e Furiosos 7, que ficou com o #1 da semana passada, cai para o segundo lugar com 79,000 unidades (queda de 29% em relação à semana anterior). Depois de cinco semanas de venda, seus números já superam os das trilhas dos três filmes anteriores da série. A “rainha do country” Reba McEntire estreia no 3º lugar com “Love Somebody” (62,000 unidades). Já é o – pasmem – 27º disco de estúdio da cantora, compositora e atriz, que vendeu mais de 85 milhões de álbuns em seus quase 40 anos de carreira.

O rapper Tyler, The Creator é a terceira estreia da semana com seu álbum “Cherry Bomb“, quarto colocado com 58,000 discos vendidos. É uma queda considerável em relação a seu último disco, “Wolf” (2013), que estreou em 3º lugar com 89 mil vendas, mas ainda um número expressivo para o rapper que atingiu a fama com a canção “Yonkers”, em 2011. A banda Halestorm fecha a sequência de debuts no quinto lugar, com “Into the Wild Life” (56,000 álbuns vendidos). É a melhor semana de vendas e a posição mais alta da carreira do grupo.

A trilha sonora de 50 Tons de Cinza desce do terceiro para o sexto lugar com 43,000 álbuns vendidos (-9%). “1989“, de Taylor Swift, sai do top 5 pela primeira vez em suas 25 semanas de vendas, caindo para a sétima posição com 38,000 discos vendidos e queda de 13%. “In The Lonely Hour“, de Sam Smith, desliza para o 8º posto com 37,000 (-13%).  “X“, de Ed Sheeran, se segura no 9º lugar com 36,000 (-9%), e a mixtape “If You’re Reading This It’s Too Late“, de Drake, cai duas posições em relação à semana anterior e fecha o top 10 movimentando 35,000 unidades (-12%).

Na semana que vem, a banda Alabama Shakes deve conquistar seu primeiro #1 com 85-95 mil unidades de seu novo álbum “Sound & Color”. Outras grandes estreias serão as do rapper Yelawolf (45-50 mil) e do grupo latino Maná (28-32 mil). Shawn Mendes vai tentar se segurar dentro do top 5, e Taylor Swift segue buscando atingir 5 milhões de vendas com seu último disco. Faltam cerca de 300 mil… fique ligado para a próxima coluna de charts!

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.