20 de setembro de 2017 por Leonardo Martins.

Esta semana o mundo colorido está em preto e branco, pois em uma liminar, a justiça brasileira autorizou que psicólogos ofereçam pseudoterapias de reversão sexual, mais conhecidas como a cura gay. A questão é que há anos a homossexualidade não é considerada doença no Brasil.

Pensando nesse retrocesso, nós resolvemos listar alguns artistas que estão na comunidade LGBTQ que você precisa ouvir para obter a cura.

Pabllo Vittar

É impossível uma pessoa que acompanha o mundo da música não conhecer Pabllo Vittar, mas não da pra deixar de lado a drag queen com maior visibilidade na música atualmente no Brasil. Vittar vem trabalhando por anos e hoje começa a se tornar o que sempre desejou.

Abrindo fronteiras e expandido seu público para o mundo, Pabllo Vittar, no último final de semana, deixou um marco histórico para o mundo LGBTQ; subiu no Palco Mundo, do Rock in Rio, e performou ao lado de Fergie para 100 mil pessoas. Nunca antes uma drag queen tinha subido no palco principal de um dos maiores festivais de música do mundo.

Há alguns meses foi divulgada a parceira de Vittar com Anitta e Major Lazer em “Sua Cara”. A música quebrou diversos recordes e trouxe muitos olhos para Pabllo, que se tornou uma das drag queens com mais seguidores no Instagram e visualizações em um clipe no YouTube. Sem dúvidas nenhuma há como afirmar que Pabllo Vittar é uma artista que precisamos ouvir para obter a cura.

Lauren Jauregui

Lauren Jauregui é uma artista que sofreu bastante para revelar sua sexualidade. Agora, assumida bissexual, a cantora revelou em uma entrevista que a gravadora tentou impedir que ela se assumisse para os fãs. “Muitos artistas ficam resistentes pela noção de que perderão seus fãs ou serão afastados. Até os meus amigos e minha família disseram para manter isso em segredo.”, conta a artista.

As pessoas que sofrem e sofreram para se assumir sabem que não é fácil sair do armário, e para Lauren a coisa não foi diferente. A cantora se assumiu depois da eleição de Donald Trump nos Estados Unidos. Em uma nota, ela chamou os eleitores do presidente de hipócritas e disse o quão ignorantes eles são: Você, com sua pura ignorância se recusa em entender como o governo e o mundo funcionam, permitiu que um magnata sedento assumisse os Estados Unidos da America. Vocês são HIPÓCRITAS”, disse.

Lauren Jauregui é integrante do Fifth Harmony e recentemente lançou uma música em parceria com a Halsey, uma artista que também está na comunidade LGBTQ.

Sam Smith

Vencedor de quatro Grammys, Sam Smith é um artista super recomendado para obter a cura. Sam surgiu com “Stay With Me”, que ficou no HOT 100 da Billboard. O cantor é assumidamente homossexual e é um dos membros da comunidade LGBTQ que possui muitas músicas boas.

Sam Smith ficou desaparecido por um tempo, pois estava trabalhando no seu novo trabalho. Recentemente, ele lançou “Too good at goodbyes”, música que faz o retorno dele ao mundo musical. “Eu senti saudades de vocês desesperadamente, e não tem um dia em que eu não tenha olhado para seus comentários e sonhando em cantar para vocês de novo.”, disse o cantor no lançamento da canção. Segura essa cura aí!

Lady Gaga

Lady Gaga é uma artista conhecidíssima pela luta  nas causas LGBTQ. A cantora se assumiu em 2009 como bissexual, e desde o começo de sua carreira trouxe em seus álbuns composições que ajudassem e trouxessem visibilidade ao seu público gay.

Lançado em maio de 2011, o álbum “Born This Way”, de Gaga, é o hinário do mundo colorido. As composições do disco traz letras sobre auto-aceitação e amor próprio. A artista no início da turnê que promove seu novo álbum, “Joanne”, fez um depoimento depois de pegar uma bandeira do orgulho gay durante o show:  “A coisa mais importante a dizer sobre isso é: todo mundo tem que amar o próximo. Você tem que parar de atirar pedras nos seus irmãos e irmãs”, declarou.

Lady Gaga ficou conhecida por ser a rainha da cura depois de lançar, durante o Coachella, a música “The Cure”. Em uma parte da letra, ela cita: “Se eu não puder encontrar a cura, vou/Vou consertar você com meu amor”. É o que faremos com a justiça e todos aqueles que declaram que ser LGBTQ é uma doença.

Preparamos essa playlist no Spotify com diversas músicas que ajudarão na cura.

Esteja curado! 

 

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.