9 de dezembro de 2014 por Marcelo de Assis.

Phil Collins

Quando Phil Collins entrou no palco do Fillmore Miami Beach no último sábado (6), o seu maior desafio não foi realizar mais uma de suas impecáveis apresentações.

Limitado por uma doença a qual os médicos que tratam sua saúde consideram como “aflição neurológica”, o notório hitmaker não pôde cantar e encantar sua platéia.

Collins de 63 anos contribuiu gigantescamente para a indústria musical em mais de quatro décadas, seja como baterista e vocalista do Genesis, seja em sua renomada carreira-solo, além de sua exímia contribuição nas mais variadas ações humanitárias ao longo dos anos.

Certamente você não viu ele em escândalos ou em comezinhas questões que o mundo pop, as vezes, acaba promovendo – sua habilidade em separar os dois mundos, do estrelato e da vida real talvez tenha sido uma de suas maiores performances: ser tão simples quanto genial.

Enfim, continuaremos a torcer pelo seu reestabelecimento.

Os seus filhos e netos conhecerão o legado deste gênio da música.

Que as gerações vindouras reconheçam sua trajetória.

Que sua música nunca termine!

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.