8 de Maio de 2014 por Amanda Abreu.

Se a função que eu tenho nesse site chamado Tracklist é escrever no Musicalmente Falando, eu adiciono outra função que é: falar muito bem de Metronomy. E Metronomy é puro amor.

Metronomy

O Metronomy é uma banda de música eletrônica que existe desde de 1999, mas que está sempre se reinventado. Quem comanda o quarteto é o talentoso Joseph Mount, que antes mesmo de ter uma banda fazia uns remixes por aí. A banda conta com 4 álbuns, os últimos deles são o “English Riviera” e o recém lançado, “Love Letters”.

Não dá pra falar de um álbum sem falar do outro. O “English Riviera” é o disco que antecede o “Love Letters” e traz a batida forte do sintetizador e a pegada do baixo constante nas músicas, especialmente na faixa “Corinne”. Além desses elementos, como toda banda eletrônica hypada, tem aquela parte de alguma canção que parece que você tá desenrolando algum fio no eco de uma caverna, e aí todos esses elementos se misturam: fios se desenrolando, vozes ecoando, sintetizadores, a voz calma do Joseph, baixo (PAM PAM PAM PAM) e a algum batuque no final de alguma música. Em Some Written, isso é ouvivelmente evidente. Acho que nesse álbum em especial, o Metronomy conseguiu colocar toda a elegância eletrônica em cada faixa.


O “Love Letters”, que saiu quentinho esse mês, vem com uma pegada ainda eletrônica, mas as referências anos 60 e 70 são evidentes. Referências que vão desde a capa, com uma tipografia mais trabalhada no estilo da década e  umas guitarrinhas, backing vocals felizes e uma brisa muito maluca.


Apesar dessas mudanças no segundo trabalho, a pegada ainda é a mesma. Os teclados marcados e a melancolia da voz do Joseph é incrivelmente a mesma. A Anna Prior, baterista, brilha muito nos backing vocals, o que dá uma injeção de alegria no seu dia. Prepara e escuta logo o Love Letters.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.