João Rock - 2

CRIOLO

Criolo

O festival começou mesmo foi com o som do Criolo, no fim da tarde, e era uma das atrações mais ansiadas pela galera, o atraso do show, inclusive, facilitou a vida de muita gente que demorou pra entrar no Parque de Exposições.

João Rock - 5

BROTHERS OF BRAZIL

Brothers Of Brazil

Depois do show, Supla respondeu algumas perguntas que fizemos em relação ao cenário musical que anda crescendo no Brasil, as bandas mais diversificadas, ainda demos como exemplo a banda Boogarins, um som meio psicodélico, porque encontramos o Supla no show deles, com o The Horrors, no mês passado, em São Paulo, e ele respondeu:

“O cenário já existe há um bom tempo e não conheço muito a banda, mas o pouco que conheci achei bacana. Eles estão crescendo, expandindo, afinal vieram de Goiânia e abriram pro The Horrors.

Em maio, a banda Boogarins abriu o show do The Horrors, banda britânica de shoegaze, no Popload Gig, ainda perguntamos sobre o que ele achou do som da banda principal daquele dia, e ele disse:

“Achei legal, essa banda já não é nova, deve existir quase há 10 anos e me lembra muito os anos 80, afinal, eu sou dos anos 80 e já ouvi muita coisa do gênero que me fez recordar, é como pegar algo antigo e transformar em algo novo.”

FREJAT

Frejat

Frejat subiu ao palco logo após o triunfante show do Criolo, abrindo com “Sonífera Ilha”, do Titãs. Trazendo músicas conhecidas como “Por Você” e “Pro Dia Nascer Feliz”, foi um show que agradou ao público do evento.

SKANK

Skank 2

Como segunda música do show, Skank tocou “Uma Partida de Futebol” logo depois que Samuel Rosa anunciou “essa é sobre algo que vivemos recentemente”. O show incluiu músicas já conhecidas do público como “É Proibido fumar”, que teve seus versos preenchidos pelo público, e também “Vamos Fugir” e “Vou Deixar”.

CAPITAL INICIAL

Capital 4

Como quinta atração do palco principal, “Palco João Rock”, a banda de Brasília trouxe os principais sucessos pra cantar com o público. Em “Que País é Esse” a galera completou os versos do seu próprio jeito. Em “Depois da Meia Noite” o público também cantou junto,  assim como em “Natasha”.

11420007_899229873433803_2084594587_n
No meio do show, o repórter do CQC, Lucas Salles, entrou no palco com a permissão do Dinho e disse que “ontem (sexta, 12) foi dia dos namorados e eu esqueci de comprar presente”, logo depois, chamou a namorada ao palco, ajoelhou-se e a pediu em casamento, no meio do show do Capital Inicial mesmo!

PITTY

Pitty 2

Antes do show, Pitty cedeu uma entrevista coletiva e respondeu a algumas perguntas nossas, como quando perguntamos se ela acha que esse cenário independente, que está surgindo agora, tem potencial pra se sustentar tanto quanto ela, Cpm22, Capital Inicial, Detonautas e outras bandas tiveram, ela respondeu:

“Eu acho que sim, conheço muita banda boa e estamos em tempo de redescobrir como é viver de música, um momento de transição… E também o artista precisa ter uma contrapartida, porque senão a musica vira um hobby e eles precisam sobreviver, seja através do que for eles têm que tentar e desfrutar de toda essa nova tecnologia! Mas o potencial eu tenho certeza que sim.”

Também perguntamos se ela acha que, com o passar do tempo, os fãs estão se adaptando ao novo estilo dela ou ela estaria se adaptando ao estilo dos fãs, ela respondeu:

“Acho que eles estão se adaptando, e não tinha como ser diferente, pois a arte que se adapta à demanda não é arte, é publicidade. Não faço um produto para atender a uma demanda, faço uma coisa e se a pessoa se identifica, poxa, cara, que bom, que massa! Acho que não podemos fazer algo pensando no contrário, pois senão, nos tornamos um produto vazio.”

Pitty

“O que é um show da Pitty no João Rock se não tocasse Equalize, né?!”, disse uma fã durante o show. Seu setlist contou com músicas do novo disco, Setevidas, mas também trouxe seus sucessos como “Máscara”, “Equalize”, “Me Adora”, “Na Sua Estante” e “Teto De Vidro”.

CPM22

Cpm22

Não podia ser uma data menos importante na carreira do Cpm22, na noite em que eles completavam 20 anos de carreira e tocavam num festival que já é quase como sua segunda casa. Com músicas como “Um Minuto Para O Fim Do Mundo”, “Não Sei Viver Sem Ter Você” e “Dias Atrás”, a banda animou a galera que curte o som desde pequeno. Após o show eles ainda responderam quando perguntamos se haveria um possível novo disco com uma nova experiência musical, talvez um novo estilo, e eles disseram que não.

11539057_899073360116121_3747463203433304984_o

DETONAUTAS

Detonautas

Detonautas foi a penúltima atração do festival e, antes de subirem ao palco, perguntamos ao vocalista, Tico Santa Cruz, se ele curtia tocar em Ribeirão Preto – em festivais e eventos -, lembramos ainda de que uma vez, numa virada cultural há alguns anos, ele disse que adorava a cidade e, como já tocou no Rock In Rio, se ele curte tocar em festivais menores, como o João Rock, e ele disse:

“O festival é bacana, eu curto sim, é bom, pois conseguimos usufruir, de uma certa forma, do público de outros artistas e eles também do nosso! Sempre enriquece a carreira e traz gente nova para o nosso trabalho.”

Ao subir ao palco eles também tocaram várias músicas que animaram o público como “Quando o Sol Se For”, “O Dia Que Não Terminou”, “Olhos Certos”, “Me Faz Tão Bem”. E ainda, Tico convidou Gabriel O Pensador ao palco para cantarem “Cachimbo da Paz”.

Detonautas

O festival lotou, os ingressos estavam esgotados mais de um mês antes e, mais um ano, Ribeirão Preto atraiu gente de todos os cantos com as atrações nacionais que todos gostam!

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.