Lana Del Rey

Lana Del Rey estampou a capa da revista “Intro” com uma sessão de fotos sem tratamento nas imagens e tiradas por ela mesma.

Quando questionada sobre a diferença entre os públicos americano e europeu, a estrela não hesitou em dizer que, na Europa, os artistas são aceitos mais rapidamente. Ela comentou: – “eu nunca tinha feito nenhum show grande nos Estados Unidos antes do Coachella, mas, em Portugal, na Alemanha e em outros países, nós realizamos grandes concertos. Na América, o mercado pop está super saturado! Você é esquecida facilmente, as pessoas só estão interessadas em rankings. Mas as coisas parecem estar mudando lentamente”.

A cantora não teve um bom desempenho com os singles de “Born To Die” nos Estados Unidos, apesar de ter vendido mais de um milhão de cópias do disco por lá. O único single de sucesso foi um remix de “Summertime Sadness”, criado por Gervais Cedric, que estourou no Top 10 e recebeu o Grammy por “Melhor Gravação Dance”. No entanto, a dona do hit criticou a versão durante um show, no início do ano, ao dizer: – “eu vou cantar agora a versão original de “Summertime Sadness”, já que alguém remixou a m*rda toda”.

O próximo disco da estrela, Ultraviolence, tem lançamento previsto para o dia 16 de junho e, ao contrário do anterior, está sendo bem recebido na terra natal dela. O single “West Coast” chegou ao Top 20 americano, e a faixa promocional “Shades Of Cool” também figura entre as 20 mais populares do iTunes.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.