30 de outubro de 2013 por Lorrany Farias.

miley-cyrus-we-cant-stop-1-650-430

Um dos maiores ícones teens do mundo cresceu, tomou banho e agora recebe até apelido de vadia nos jornais. Se sua vontade era de causar mundo afora, o banho surgiu efeito, já que Miley cresceu e decidiu gritar alto pros holofotes que agora é mulher, e que além disso, pode ser sexy.

O grande problema é que Miley não perdeu seu grande público mirim, ela simplesmente o influenciou a seguir seus passos, fazendo com que ele se difundisse mais e mais. E se os pais desse grande público se sentiam incomodado por outros motivos mundo afora, a Miley deixou de ser mocinha,virou vilã e perdeu o posto de pobre e boa moça que usava cor de rosa – perdeu o lugar mais fofinho do sofá nas residências mais nobres.

Nos últimos dias fez ensaio sexy, flutuou em uma grande bola nua, e também atacou indiretamente os fãs da banda Paramore, já que seu sonho era ter uma banda como aquela. A pergunta que fica é: – Miley apenas quer mostrar que cresceu ou é uma rebelde sem causa como Lindsey Lohan? A grande diferença entre uma e outra é que Miley preferiu apelo sexual, já que Lindsey se diverte muito mais com drogas, e diríamos que um pouco de Rock n’ Roll. Arrisco até dizer que Miley pode ser uma versão de banho tomado da Lindsey, só que ferida, já que seu noivo a trocou por alguém que provavelmente tinha a bola de um clipe bem maior – se é que entendem.

Sendo assim ou não, acredito apenas que Miley não quer mostrar que cresceu, e sim que uma mulher ferida é capaz de fazer qualquer coisa para mostrar que pode ser melhor – o problema é que ela exagerou -. Se na minha casa tocasse Hannah Montana e de um dia pro outro tocasse Miley Cyrus, eu certamente trocaria de disco, e não é pela influência, e sim pela música lixosa que ela toca.

Que tal uma boa e velha dose de Rock n’ Roll sr?

 

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.