24 de Janeiro de 2015 por Matheus Ramos.

Foo Fighters
Com quase duas décadas de árduo trabalho, hits reconhecíveis em qualquer canto do mundo e um passaporte lotado, os gentlemans do Foo Fighters chegam ao Brasil mostrando que não precisam provar pra mais ninguém que o Rock está mais vivo e cheio de fôlego do que nunca.


Demonstrando pontualidade, os caras pisaram no palco às 21h15 e só saíram de lá depois de 3 horas de show. Norteada por um setlist lotado de hits, a banda iniciou os trabalhos com “Something From Nothing”, do novo álbum “Sonic Highway

Já nos primeiros minutos, o velho Grohl tomou uma queda no palco escorregadio. Se levantou, seguiu o show e fez piada com isso momentos depois.

Cada música era cantada (ou berrada) pelos fãs, até que Dave Grohl traz ao palco o momento acústico, cantando no outro extremo da plataforma, gerando mais visibilidade ao resto do público pagante. Estava tudo muito bem, até que a introdução de “Whells” começa… Dave solta umas piadinhas sobre as moças brasileiras e convida um rapaz a subir ao palco. O que ninguém esperava era que esse rapaz pedisse Mônica em casamento ali, em cima do palco. “Se vocês querem se casar, venham aos shows do Foo Fighters”, disse Grohl dando um toque de humor ao fim do momento romântico. Confira o momento:

Finalizando o bloco acústico com “Times Like This”, eis que o resto da banda surge do chão (literalmente), no meio do estádio. Esse palco/elevador incrível ainda sustentou as próximas faixas, covers ousados e com troca de funções na banda. Detalhe, a cada música o palco se virava para um lado do estádio.

Voltando ao palco principal com “All My Life” a banda deu continuidade à terceira parte do show, que ainda tinha mais uma hora pela frente.


O lindo clássico “Best Of You” foi recebido por uma linda flash mob de luzes no estádio, mas acabou virando um troll do próprio público com a banda, já que a plateia não parava de cantar o coro “oh oh oh” mesmo depois do fim da música. Dave aproveita mais uma deixa pra mostrar um pouco do seu carisma e entrar na brincadeira: “A gente ainda tem mais uma música pra cantar. Essa acabou, ok? (pausa na fala) I’ve got another confession… (tornando a cantar), sério, agora acabou”, disse o vocalista com aquela pinta de sarcasmo já conhecida.

FF SP

Foto: Diego Castanho


Por fim, a clássica “Everlong” fecha a noite acompanhada de uma fina chuva que marcou presença só no bloco final da apresentação.

As reclamações dos fãs se focaram nas músicas tradicionais que se tornaram versões prolongadas no show, o que –segundo alguns- causou cansaço e ocupou um tempo que poderia se converter em mais hits no setlist. Além disso, o sinal de internet móvel que simplesmente não pegava no estádio;

Apesar do mau tempo, o que se via no estádio Morumbi era um público de todas as idades e tribos, que se sentiu a vontade com o carisma dos tiozões americanos. Os rapazes apresentaram muita intimidade entre si e sincronismo, além do bom humor e piadas com o público, o que fez do show dos Foo Fighters algo além de uma simples apresentação de Rock. Uma verdadeiro show de entretenimento explorando varias vertentes do ramo.


A turnê sulamericana ainda vai passar pelo Rio de Janeiro (25) e em Belo Horizonte (28). Para adquirir os ingressos e mais informações, acesse o site oficial da Time 4 Fun

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.