25 de agosto de 2014 por Luciana Lino.

102420-soulja_boy_617_409-e1408580358978

Na noite desse sábado (23), ocorreu o festival Hip Hop Live, na Via Marquês, em São Paulo. O evento contou com participações dos grupos Haikaiss e Pulse 011 e dos DJs Puff, Hadji, Heron Love e Tovitz. A grande atração da noite foi o rapper Soulja Boy, que apresentou o show de lançamento de seu novo álbum “King Soulja 3”.

O Tracklist participou da coletiva de imprensa do festival, que ocorreu antes do show. Nosso fotógrafo Thales Feitosa esteve no local e registrou cada momento.

A duração da coletiva foi cerca de 15 minutos. Cada veículo de mídia tinha direito a uma pergunta ao rapper.

Acompanhe abaixo todas as perguntas realizadas pela imprensa. A pergunta realizada por Thales Feitosa, em nome do Tracklist, estará marcada.  Durante a leitura, não se confunda: em algumas vezes, o rapper fala de si mesmo na terceira pessoa.

A tradução é de Nilson Pereira.

1) Oi Soulja, e aí? Eu não sei se você ficou sabendo, mas nessa semana saiu um rumor na internet de que você tinha morrido.

Soulja Boy: Eita, p*rra (3 vezes)! Que p*rra de rumor é esse? Não preciso nem responder porque eu estou bem aqui, você está olhando pra mim. Próxima pergunta!

… Mas qual foi sua primeira reação quando ouviu isso?

SB: Eu não ouvi isso. Isso é uma loucura pra mim. Estou bem aqui, em carne e osso. Não estou doente, veja, vê meus olhos? Tô bem aqui. Não mesmo! Não morri não. Não mesmo! Você tem que lidar com esses rumores, sabe? São muitos rumores que saem por aí. Eu não ouvi nada sobre isso.

sb1

2) Você já esteve aqui no Brasil algumas vezes. Dessa quarta vinda aqui, o que mudou em termos de público em relação as outras vezes? O que você sentiu de calor humano?

SB: Estou aqui pela quarta vez, o público é definitivamente… Os shows aqui são os melhores que já fiz e fiz apenas dois shows desde que voltei pra cá. Esse publico é o mais alto, sério cara, estamos conseguindo mais fãs e meu nome está ficando cada vez maior no Brasil. Eu fiz uma música com a Wanessa e eu tenho outra música e vídeo a caminho. Então o que mudou desde que eu estive aqui é isso, meu nome está crescendo e tenho mais fãs.

3) Queria saber sobre essa proximidade com o Brasil. Você gravou uma música com a Wanessa. Queria saber se você tem um projeto de gravar com outro artista brasileiro e se você pretende gravar algum vídeo aqui no nosso país.

SB: Swag! Soulja Boy inspira os outros rappers, a nova geração de rappers. A nova geração de rappers que eu estou inspirando tem estilo e é isso que se trata. É como se fosse uma religião e eu sempre venho ao Brasil pra fazer shows pra vocês e eu nunca tive um problema em vir pra cá. Eu amo o Brasil.

Thales Feitosa (Tracklist): Queria saber como está a aceitação do seu novo álbum. Como está sendo toda a expectativa?

SB: Meu novo álbum saiu agora, se chama “King Soulja 3”, você pode comprar em qualquer lugar. A recepção tem sido ótima, acabei de lançar meu novo vídeo, você pode vê-lo online ou na TV. A recepção tem sido boa, eu vou performar umas 4 músicas novas aqui no Brasil. A recepção delas tem sido boa, e a recepção no Brasil também tem sido boa e eu estou gostando. Todo mundo aqui no Brasil, escutem meu álbum!

sb4

5) Quando você compõe uma música, é importante para você que ela seja um hit?

SB: Não, não! É assim que eu acho que eu consegui meus maiores hits: quando eu escrevia músicas, eu costumava pensar somente para ela ser um hit e assim não funcionava. Quando eu comecei a fazer música e não ligava pra isso, minhas músicas começaram a se tornar hits, então eu tento não focar em fazer um hit e sim em fazer música.

6) O que você acha sobre o funk brasileiro?

SB: Eu amo! Eu acho que é preciso, legal. Eu toquei um funk em meus shows e a plateia ficou louca. Tem estilo, tem tudo, eu espero que possa fazer alguns no futuro.

TF: Qual ou quais artistas brasileiros você mais ouve?

SB: Racionais, Emicida… (ele não lembrou de outros artistas, mas disse que já escutou bastante).

Nesta hora, Soulja Boy faz uma pergunta para os presentes no local: “Qual música vocês gostam mais: ‘Crank That’ ou ‘Turn My Swag On’?”. A maioria respondeu “Crank That”.

 

sb7

7) Sobre o poder da internet na música mundial…

SB: É muito forte. As mídias sociais são muitos poderosas, você pode expor (seu trabalho) em seu Facebook, Instagram, Youtube… É muito importante para artistas novos e artistas que já são estabilizados no mercado, porque você têm artistas que não são estabilizados e não tinham essas coisas. Em 2005 não havia Instagram, Youtube, Twitter, etc, e em 2014 você tem artistas jovens que estão ficando famosos nas mídias sócias, então (isso) é muito importante para se estabilizar. Jennifer Lopez, 2Pac, Michael Jackson, etc, não tinham isso naquela época. Soulja Boy tem internet, eu falo com meus fãs, divulgo meu trabalho e por isso é muito importante.

8) O quão pesada é a corrente no seu pescoço?

SB: Custou 35.000 dólares e é muito pesada.

Confira, a seguir, as outras fotos realizadas por Thales Feitosa durante a coletiva de imprensa do festival Hip Hop Live, com Soulja Boy:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.