Depois de meses de espera e suas já recorrentes controvérsias, Liam Gallagher finalmente inaugurou sua carreira solo. O ex-vocalista do Oasis não apenas garante grandiosos números iniciais de venda com seu primeiro trabalho de estúdio individual, “As You Were”, como também quebra um recorde de duas décadas na parada britânica ao estrear no topo da lista.

Embora não tenha repetido o mesmo sucesso nos Estados Unidos (cuja lista de álbuns é liderada por “Perception”, de NF), o disco explodiu em vendas no Reino Unido com apenas uma semana nas lojas. Contabilizando um percentual maior do que os dez nomes melhor posicionados na tabela somados, o álbum ainda se tornou o título com maior número de vinis comercializados em uma só semana.

Paralelamente, Post Malone assume a ponta da parada americana de singles com o desempenho de sua atual música de trabalho, “Rockstar”. A parceria com 21 Savage, que permanece à frente da tabela britânica por uma segunda semana consecutiva, desbanca Cardi B do topo da Billboard Hot 100, que pela primeira vez desde 2006 foi liderada por cinco faixas diferentes de rap em um só ano.

BILLBOARD
ESTADOS UNIDOS

Em sua quarta aparição na tabela americana de singles, “Rockstar”, último lançamento de Post Malone com 21 Savage, finalmente sobe em direção ao cobiçado primeiro lugar da Billboard Hot 100. A canção tem acumulado grandes números e feitos desde sua chegada e finalmente destronou “Bodak Yellow”, faixa de estreia de Cardi B que liderava há duas atualizações.

Ao todo, a mais recente música de trabalho do novaiorquino somou cerca de 48 mil downloads e impressionantes 51,3 milhões de execuções em serviços de streaming (o maior número obtido em tais plataformas nesta semana), superando qualquer outro single já divulgado pelo rapper em sua carreira. Até então, seu maior sucesso na parada era “Congratulations”, colaboração com Quavo que alcançou o oitavo lugar em julho.

Com isso, 2017 se torna o primeiro ano em que cinco canções diferentes de rap lideraram a Billboard Hot 100 desde 2006. Kendrick Lamar (“HUMBLE.”), DJ Khaled (“I’m The One”), Migos (“Bad And Boujee”) e a própria Cardi B atingiram o topo da tabela nos últimos dez meses além de Post Malone.

Enquanto “Rockstar” domina o ranking de streams, o Portugal. The Man passa a liderar a lista por pontos em airplay com a ascensão de seu grande hit, “Feel It Still”, nas rádios americanas. Ao longo da última semana, a faixa contabilizou aproximadamente 110 milhões de reproduções em tal formato — número este que, junto aos downloads e audições digitais da canção, a garantiram o quinto posto da tabela.

Após sua notável performance no “Saturday Night Live”, Sam Smith encontra o caminho de volta às dez primeiras colocações da parada americana com o seu single de retorno, “Too Good At Goodbyes”. Com cerca de 39 mil downloads e 20,6 milhões de streams, o single escala seis degraus em direção ao sétimo lugar da lista — duas posições abaixo de seu pico, firmado em seu lançamento.

Estas são as dez faixas melhor colocadas na última atualização da Billboard Hot 100:

1. “Rockstar”, Post Malone e 21 Savage (2–1)
2. “Bodak Yellow”, Cardi B (1–2)
3. “1–800–273–8255”, Logic com Alessia Cara e Khalid (4–3)
4. “Look What You Made Me Do”, Taylow Swift (5–4)
5. “Feel It Still”, Portugal. The Man (6–5)
6. “Mi Gente”, J Balvin e Willy William com Beyoncé (3–6)
7. “Too Good At Goodbyes”, Sam Smith (13–7)
8. “Thunder”, Imagine Dragons (7–8)
9. “Sorry Not Sorry”, Demi Lovato (8–9)
10. “Unforgettable”, French Montana e Swae Lee (-)

Trazendo pela primeira vez o hip-hop cristão aos destaques da parada americana de discos, NF finalmente alcança o topo da Billboard 200 com o lançamento de seu terceiro trabalho de estúdio, “Perception”, seu projeto de melhor desempenho na lista até então com aproximadamente 55 mil unidades comercializadas.

Apesar de ter vendido o suficiente para assumir a ponta do ranking, “Perception” se torna o álbum com menor índice comercial a liderar a tabela em 2017 até o momento e o quinto de todos os tempos. Além disso, o disco também faz do rapper o segundo artista no ano a encabeçar a tabela sem ter emplacado um único single sequer na Billboard Hot 100, sucedendo o Brand New.

O trabalho é o 13º a se consagrar como o primeiro título de um artista a liderar a Billboard 200, juntando-se à uma lista que já conta com nomes como The Killers, LCD Soundsystem, Logic, Harry Styles, Migos, The Chainsmokers, Lorde, Halsey, Bryson Tiller, Lil Uzi Vert, Thomas Rhett e o próprio Brand New.

Imensamente potencializado por seus streams, Lil Pump debuta sua mixtape homônima de estreia na terceira colocação. O projeto obteve o equivalente à 46 mil cópias comercializadas pelos Estados Unidos, sendo apenas 6 mil destas contabilizadas a partir do formato tradicional de vendas (versões física e digital) e a grande maioria de seu restante por seus pontos em streaming.

O terceiro e último lançamento na região de destaque da Billboard 200 é “Heaven Upside Down”, mais novo álbum de estúdio de Marilyn Manson. O trabalho, seu nono título a alcançar as dez primeiras posições da lista, estreia diretamente no nono lugar com cerca de 35 mil unidades vendidas, garantindo sua sétima entrada consecutiva entre as melhores colocações neste século.

Além dos novos materiais, dois discos ainda conquistaram novos picos na última atualização da parada. Tratam-se de “Stoney”, mais recente álbum de estúdio de Post Malone que sobe para o quarto posto da lista; e o projeto homônimo de estreia de Kane Brown, que escala para o quinto degrau.

Confira como são ocupadas as dez primeiras posições da Billboard 200:

1. “Perception”, NF (*)
2. “Greatest Hits”, Tom Petty And The Heartbreakers (-)
3. “Lil Pump”, Lil Pump (*)
4. “Stoney”, Post Malone (6–4)
5. “Kane Brown”, Kane Brown (56–5)
6. “The Bigger Artist”, A Boogie Wit da Hoodie (4–6)
7. “Luv Is Rage 2”, Lil Uzi Vert (-)
8. “Heaven Upside Down”, Marilyn Manson (*)
9. “Evolve”, Imagine Dragons (8–9)
10. “÷”, Ed Sheeran (-)

OFFICIAL CHARTS
REINO UNIDO

Assim como já era amplamente esperado, Post Malone estende seu domínio na parada britânica de singles com o sucesso estrondoso de sua atual música de trabalho, “Rockstar”. A colaboração com 21 Savage segue ganhando espaço em streams e downloads pelo Reino Unido, firmando-se por uma segunda semana na liderança.

Contudo, a canção agora tem a forte concorrência de “Havana”, parceria de Camila Cabello com o rapper Young Thug. A ex-integrante do Fifth Harmony tem reforçado a popularidade de seu último single em terras britânicas, assumindo a segunda colocação após dez atualizações e se aproximando cada vez mais do topo.

Depois de visitarem o quinto lugar no mês passado, J Balvin e Willy William retornam às dez primeiras posições da parada com “Mi Gente”. A faixa cresceu meteoricamente com o lançamento de seu inesperado remix com Beyoncé e escalou seis degraus rumo ao oitavo posto da lista, batendo Logic e Stefflon Don no processo.

Esta última finca um novo pico na tabela com “Hurtin’ Me”, música de trabalho gravada ao lado de French Montana que sobe para a nona colocação. A canção é o único material da rapper inglesa a atingir a região de destaque do Official Charts.

Assim são preenchidas as dez primeiras posições da parada britânica de singles nesta semana:

1. “Rockstar”, Post Malone e 21 Savage (-)
2. “Havana”, Camila Cabello e Young Thug (3–2)
3. “Too Good At Goodbyes”, Sam Smith (2–3)
4. “New Rules”, Dua Lipa (-)
5. “Lonely Together”, Avicii e Rita Ora (-)
6. “Dusk Till Dawn”, Zayn e Sia (7–6)
7. “Reggaetón Lento”, CNCO e Little Mix (6–7)
8. “Mi Gente”, J Balvin e Willy William com Beyoncé (14–8)
9. “Hurtin’ Me”, Stefflon Don e French Montana (11–9)
10. “1–800–273–8255”, Logic com Alessia Cara e Khalid (9–10)

As absurdamente gigantescas expectativas pela chegada do primeiro álbum de estúdio solo de Liam Gallagher, “As You Were”, não deixaram de se manifestar na última atualização do Official Charts. O trabalho assegura a primeira colocação em sua estreia com uma grandiosa semana de abertura, explodindo em vendas pelo Reino Unido e quebrando recordes.

“As You Were” obteve a terceira melhor semana de vendas de um disco em 2017, sendo superado apenas pelos lançamentos de “÷”, de Ed Sheeran, e “Human”, de Rag’n’Bone Man

Ao todo, o projeto acumulou aproximadamente 103 mil unidades comercializadas em território britânico (sendo 91% delas contabilizadas por meio de suas edições física e digital), tornando-se o nono maior trabalho de estreia da década e ainda reunindo um número maior do que o restante dos dez discos melhor posicionados juntos.

Ainda a partir de seu índice total, 16 mil cópias foram orçadas através de suas vendas em vinil. Com isso, o título também se consagra como o material mais comercializado em tal formato em mais de 20 anos.

Junto à discografia do Oasis, “As You Were” marca a nona aparição de Liam no topo do Official Charts, igualando-se a nomes como ABBA, Queen, Gary Barlow (com seus trabalhos individuais e com o Take That) e George Michael (Wham! e títulos solo). O álbum ainda obteve quase o dobro de vendas do projeto de estreia da própria banda, “Definitely Maybe”, que assumiu a liderança com 56 mil unidades vendidas em 1994.

Abaixo do cantor, Giggs debuta no segundo lugar com sua mais nova mixtape, “Wamp 2 Dem”, que alcança o antecessor “Landlord” (2016) como o trabalho melhor colocado do rapper londrino na parada britânica de discos e impede o avanço ainda maior de Ed Sheeran, The Killers e Foo Fighters com seus mais recentes títulos.

Outros cinco lançamentos também marcam presença entre os dez primeiros postos do ranking. Entre estes, o mais notável é a recente gravação do A-ha no “MTV Unplugged”, recheada de performances acústicas de alguns dos grandes clássicos da banda que debuta na sexta colocação.

Marilyn Manson repete sua estreia positiva nos Estados Unidos ao emergir na sétima posição em território britânico com seu mais novo álbum de estúdio, “Heaven Upside Down” — que não é o único trabalho inédito de rock a conquistar destaque, uma vez que o The Darkness aparece no oitavo lugar com o recém-lançado “Pinewood Smile”.

Por fim, o cantor inglês JP Cooper emplaca seu novo disco, “Raised Under Grey Skies”, diretamente no nono posto da lista, enquanto o comediante Jason Manford se arrisca em um “palco diferente” com “A Different Stage”, projeto de estreia que assegura a décima colocação.

Os dez álbuns de maior destaque na última atualização da tabela britânica são:

1. “As You Were”, Liam Gallagher (*)
2. “Wamp 2 Dem”, Giggs (*)
3. “÷”, Ed Sheeran (4–3)
4. “Wonderful Wonderful”, The Killers (7–4)
5. “Concrete And Gold”, Foo Fighters (6–5)
6. “MTV Unplugged: Summer Solstice”, A-ha (*)
7. “Heaven Upside Down”, Marilyn Manson (*)
8. “Pinewood Smile”, The Darkness (*)
9. “Raised Under Grey Skies”, JP Cooper (*)
10. “A Different Stage”, Jason Manford (*)


 

Provando-se cada vez mais como um fator decisivo na contagem de vendas, os downloads devem ter grande influência nas próximas atualizações das paradas. Enquanto o Imagine Dragons prossegue com os surpreendentes percentuais de “Thunder” em território americano, Ed Sheeran e Maroon 5 devem roubar a cena na tabela britânica com os crescentes desempenhos de “Perfect” e “What Lovers Do”, respectivamente.

Já as listas de discos provavelmente serão encabeçadas por P!nk e seu mais novo trabalho de estúdio, “Beautiful Trauma”, na semana que vem. O título tem acumulado grandes números comerciais desde o seu lançamento oficial e deve garantir à cantora mais uma estreia direta no topo tanto nos Estados Unidos quanto no Reino Unido.

O restante das primeiras colocações, entretanto, será disputado por diversos outros novos projetos. Nomes como Beck, Gucci Mane, Wu-Tang e St. Vincent devem dividir os holofotes entre as posições de maior destaque nas duas principais paradas musicais do mundo.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.