Taylor Swift - Topo Oficial 1
Depois de dominar com facilidade a semana passada, o rapper Kendrick Lamar segue no topo da Billboard 200, a parada norte-americana de álbuns, com seu terceiro disco de estúdio “To Pimp a Butterfly“. Nesta semana, foram mais 123,000 unidades equivalentes, trazendo o total de duas semanas a 486 mil discos vendidos. O disco está recebendo elogios universais pela crítica especializada, sendo considerado uma “obra prima” e até mesmo um “clássico instantâneo”.”To Pimp a Butterfly” é o sucessor do também muito aclamado “Good Kid, m.A.A.d City” (2012).

A trilha da série musical Empire, que conquistou o #1 duas semanas atrás, se mantém em segundo lugar com 61,000 cópias (queda de 44% em relação à semana anterior). É a primeira trilha sonora a passar suas primeiras três semanas entre os dois primeiros lugares desde o ano de 2007, quando High School Musical 2 passou um mês no topo. Outra trilha, a de 50 Tons de Cinza, sobe uma posição com 54,000 unidades (-10%). In the Lonely Hour, de Sam Smith, pula do 9º para o 4º lugar com 53,000 discos vendidos (+15%).

1989“, de Taylor Swift, segue no quinto lugar com 52,000 (-7%). Esse álbum absolutamente monstruoso chegou à marca de 4,505,000 cópias no começo do mês passado e, assim, superou os 4,480,000 de seu penúltimo disco, “Speak Now” (2010). O álbum já havia ultrapassado “Red” (4,160,000) algumas semanas atrás. Os números já são impressionantes por si sós, mas calma lá: “1989” foi lançado há apenas pouco mais de 20 semanas!

O próximo a ser vencido por Taylor é seu debut homônimo de 2006, que vendeu cerca de 5,5 milhões até agora. “Fearless”, de 2008, ainda está bem à frente, com mais de 6,9 milhões de unidades. Será que ela consegue superar a si mesma mais duas vezes? “1989” foi o disco mais vendido de 2014 e, até aqui, também lidera 2015 e não saiu dos 5 mais vendidos desde sua estreia.

X“, de Ed Sheeran, sobe uma posição e é o 6º, com 50,000 discos vendidos (+2%). O rapper Action Bronson é o maior debut da semana: “Mr. Wonderful” movimentou 49,000 cópias e abre no sétimo lugar. Outro rapper, Drake, cai da 6ª para a 8ª posição com sua mixtape “If You’re Reading This It’s Too Late” (44,000, -15%). A banda Maroon 5 sobe um posto com “V” e conquista o 9º lugar (42,000, -6%).

Fechando o top 10 está a compilação Kidz Bop 28, que estreia com 40,000 unidades. Formada por adaptações infantis de canções pop, a série já está no mercado norte-americano há mais de 10 anos. O primeiro top 10 veio em 2005, com a sétima edição, e todos os álbuns numerados (com exceção do 17º) alcançaram os dez primeiros lugares das paradas. Além do formato regular, a franquia produz séries temáticas como o Kidz Bop Christmas, Kidz Bop Halloween e Kidz Bop Party Hits. Como essa mina de ouro ainda não foi pensada e executada aqui no Brasil é algo que prefiro não tentar entender.

Ah, lembra de “Rebel Heart”? O 13º disco de estúdio de Madonna? Duas semanas atrás ele abriu no segundo lugar, com 121,000 cópias, se tornando o primeiro álbum da rainha do pop a não estrear em #1 desde “Ray of Light”, de 1998. Na semana passada, ele caiu brutais 17 posições, mal se segurando no top 20. Agora, já é apenas o 34º. São pouco mais de 160 mil unidades vendidas – menos que a primeira semana de seu álbum anterior, “MDNA”. Será que chegou a hora de passar a coroa?

Na semana que vem, a previsão é de que metade do top 20 seja composto por estreias. Os três primeiros lugares devem ser de rappers: Wade deve conquistar o #1 com 90-95,000 discos; Kendrick Lamar promete se segurar no segundo lugar com 70-75,000; E Ludacris mira o terceiro posto com 60-65,000 unidades. Outras boas estreias serão as da banda alternativa Death Cab For Cutie (50-55,000) e do cantor country Darius Rucker (40-45,000). Alguém quer fazer um bolão para adivinhar a posição de “Rebel Heart”?

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.