Tida há tempos como uma das maiores revelações musicais do Reino Unido nos últimos anos, Dua Lipa finalmente fez jus ao seu status. A cantora tem explodido na cena britânica com a sua atual música de trabalho, “New Rules”, e recolhendo números comerciais impressionantes por sua terra natal, chegou ao topo da parada local de singles pela primeira vez em sua carreira.

A faixa não apenas marca a primeira aparição da inglesa na liderança e a terceira entre os dez primeiros lugares da lista, como também quebra um tabu no Official Charts ao a consagrar como a primeira artista feminina a assumir o topo em quase dois anos, sucedendo o hit global de Adele, “Hello”, lançado em outubro de 2015.

Enquanto Dua se consolida como um dos nomes mais promissores da nova geração do pop, duas divas do gênero retornaram à indústria fonográfica com impacto nas tabelas musicais: P!nk, cuja nova canção, “What About Us”, aparece em destaque no Reino Unido; e Kesha, que assume o topo da parada americana com o seu mais novo álbum de estúdio, “Rainbow”.

BILLBOARD
ESTADOS UNIDOS

“Despacito”, hit absoluto dos porto-riquenhos Luis Fonsi e Daddy Yankee globalmente impulsionado pelo remix com Justin Bieber, já está marcado na história da parada americana. A canção permanece na liderança pela 15ª atualização consecutiva, tornado-se o segundo single a passar mais tempo no topo da tabela na história da Billboard Hot 100 e se configurando como o maior sucesso de língua estrangeira nos Estados Unidos.

A faixa obteve cerca de 83 mil vendas digitais e 46,4 milhões de streams em território americano ao longo da última semana, índices suficientes para reassegurar a primeira colocação. Contudo, a música tem registrado quedas em seus percentuais, enquanto que “Wild Thoughts”, colaboração de DJ Khaled com Rihanna e Bryson Tiller que atualmente se encontra na vice-liderança, tem ascendido cada vez mais.

Caso se mantenha no topo por mais uma semana, “Despacito” iguala o recorde histórico de “One Sweet Day”, sucesso de Mariah Carey com o Boyz II Men que liderou a tabela americana por 16 semanas entre 1995 e 1996. Em contrapartida, a faixa já é o maior single do século XXI nos Estados Unidos, superando grandes hits de nomes como The Black Eyed Peas, Mark Ronson, Bruno Mars e a própria cantora.

Ed Sheeran também está próximo de fazer história na Billboard Hot 100. A maior música de trabalho do britânico, “Shape Of You”, está a apenas uma semana de se tornar a canção a passar mais tempo entre as dez primeiras posições da lista. Atualmente, o single está no nono lugar, a frente de “Body Like A Back Road”, sucesso de Sam Hunt que retorna à décima colocação.

Desde o seu lançamento, em janeiro, a faixa não abandonou a região de destaque da tabela, tendo a ocupado por 32 semanas consecutivas. No momento, a música se encontra empatada com “Closer”, parceria do The Chainsmokers com Halsey que teve seu pico no ano passado, e “How Do I Live”, hit de LeAnn Rimes lançado em 1997, que passaram o mesmo período de tempo entre os dez primeiros postos.

O maior destaque desta atualização se dá pelo crescimento comercial de “Bodak Yellow”, estrondoso single de estreia de Cardi B. A canção escala em direção à terceira posição graças às suas crescentes audições em serviços de streaming, que já são mais de 36 milhões pelos Estados Unidos de acordo com os dados divulgados pela Nielsen Music.

A rapper já é a primeira artista feminina a chegar às três primeiras posições com seu single de estreia desde Iggy Azalea, que liderou a tabela em 2014 com “Fancy” ao lado de Charli XCX. Sua canção também se consagra como o maior sucesso feminino do gênero sem participações especiais desde “Anaconda”, de Nicki Minaj, que alcançou o segundo lugar no mesmo ano.

As dez primeiras colocações da Billboard Hot 100 são preenchidas pelos seguintes singles nessa semana:

1. “Despacito”, Luis Fonsi e Daddy Yankee com Justin Bieber (-)
2. “Wild Thoughts”, DJ Khaled com Rihanna e Bryson Tiller (-)
3. “Bodak Yellow”, Cardi B (8–3)
4. “Unforgettable”, French Montana e Swae Lee (3–4)
5. “Believer”, Imagine Dragons (4–5)
6. “Attention”, Charlie Puth (5–6)
7. “There’s Nothing Holdin’ Me Back”, Shawn Mendes (6–7)
8. “That’s What I Like”, Bruno Mars (7–8)
9. “Shape Of You”, Ed Sheeran (-)
10. “Body Like A Back Road”, Sam Hunt (11–10)

A comoção acerca do novo álbum de estúdio de Kesha, “Rainbow”, manifestou-se bem nos números obtidos apenas em sua primeira semana de vendas. O terceiro título da discografia da cantora impressionou em sua abertura e garantiu a liderança na Billboard 200 pela segunda vez na carreira da americana.

O trabalho, lançado com o selo da Kemosabe Records, gravadora de Dr. Luke, registrou aproximadamente 89 mil unidades comercializadas ao longo de seus primeiros dias disponível, marcando a segunda maior estreia de uma artista feminina na parada americana de discos em 2017. O primeiro posto ainda pertence à Katy Perry e seu último projeto, “Witness”, com 180 mil cópias.

Com isso, Kesha encerra seu intervalo de sete anos e sete meses fora do topo da Billboard 200 — o maior tabu em ausência na liderança da tabela desde o Metallica, que assumiu o primeiro lugar no ano passado depois de oito anos e um mês — e ainda supera o desempenho de “Warrior”, álbum de 2010 que até então era o seu único a chegar ao pico da parada.

A segunda maior estreia da semana é de Moneybagg Yo e seu mais novo disco, “Federal 3X”. O título acumulou cerca de 30 mil cópias vendidas em território americano, sendo que mais que a metade deste número foi contabilizado por meio de reproduções em plataformas de streaming, e se torna o maior sucesso do rapper em questão de álbuns ao ultrapassar as posições de pico de seus antecessores, “2 Federal” (97º) e “Heartless” (177º).

Kesha e Moneybagg Yo não são os únicos artistas a melhorarem seus recordes pessoais na lista. Com a crescente onda de vendas de seu trabalho de estreia, “American Teen”, Khalid escalou seis degraus na tabela rumo à quarta posição, sua melhor colocação na parada. O disco debutou no nono lugar há seis semanas atrás, e desde então não abandonou os 25 primeiros postos da lista, sendo grandemente ajudado por seus streams nos Estados Unidos e seu desconto no iTunes.

Os dez álbuns melhor colocados na última atualização da Billboard 200 são:

1. “Rainbow”, Kesha (*)
2. “DAMN.”, Kendrick Lamar (1–2)
3. “Grateful”, DJ Khaled (-)
4. “American Teen”, Khalid (10–4)
5. “Federal 3X”, Moneybagg Yo (*)
6. “÷”, Ed Sheeran (7–6)
7. “Ctrl”, SZA (9–7)
8. “Issa Album”, 21 Savage (6–8)
9. “Evolve”, Imagine Dragons (8–9)
10. “24K Magic”, Bruno Mars (12–10)

OFFICIAL CHARTS
REINO UNIDO

Desde 2015, Dua Lipa tem conquistado espaço no cenário britânico single após single. A cantora de origem albanesa levou dois anos para lançar seu álbum de estreia, e o fez com boa recepção tanto da crítica quanto do público e vários hits em potencial na manga. Um destes é “New Rules”, que precisou de apenas seis semanas para chegar ao topo da parada britânica.

Dua Lipa é a primeira artista feminina a ocupar a liderança da tabela britânica de singles desde Adele, que assumiu o topo pela última vez em outubro de 2015 com o sucesso de “Hello”

A canção subiu quatro postos em direção ao primeiro lugar alavancada pela sua febre de vendas e streams. Recentemente, a faixa se tornou o maior sucesso nos principais serviços de streaming pelo Reino Unido, ultrapassando as marcas de faixas como “Unforgettable”, de French Montana e Swae Lee, e “Wild Thoughts”, parceria de DJ Khaled com Rihanna e Bryson Tiller, atualmente nas terceira e quarta posições da lista, respectivamente.

“New Rules” é o primeiro single de Dua a comandar o Official Charts e o terceiro a aparecer entre as dez primeiras colocações da parada. Ainda esse ano, a cantora já havia alcançado o nono lugar com uma de suas primeiras músicas de trabalho, “Be The One”, e o décimo com sua participação especial em “No Lie”, de Sean Paul.

Retornando à cena musical após cinco anos sem grandes novidades, P!nk emerge na quinta colocação com “What About Us”. A faixa, que já havia debutado no 83º posto da lista na semana passada com menos de 24 horas à venda, explode para a quinta posição, tornando-se o 19º single da cantora a ocupar algum dos dez primeiros lugares da tabela britânica.

Louis Tomlinson também chega a um novo pico com a sua segunda música de trabalho, “Back To You”. A colaboração com Bebe Rexha e o Digital Farm Animals sobe para o oitavo lugar em sua quarta atualização devido à sua recente ascensão comercial no Reino Unido, impedindo um avanço ainda maior de “Your Song”, de Rita Ora, que aparece na décima colocação.

Confira como são ocupadas as dez primeiras posições da tabela britânica de singles nessa semana:

1. “New Rules”, Dua Lipa (5–1)
2. “Feels”, Calvin Harris com Pharrell Williams, Katy Perry e Big Sean (1–2)
3. “Unforgettable”, French Montana e Swae Lee (2–3)
4. “Wild Thoughts”, DJ Khaled com Rihanna e Bryson Tiller (3–4)
5. “What About Us”, P!nk (83–5)
6. “Despacito”, Luis Fonsi e Daddy Yankee com Justin Bieber (4–6)
7. “Sun Comes Up”, Rudimental e James Arthur (6–7)
8. “Back To You”, Louis Tomlinson com Bebe Rexha e Digital Farm Animals (12–8)
9. “Came Here For Love”, Sigalla e Ella Eyre (8–9)
10. “Your Song”, Rita Ora (11–10)

O quadragésimo aniversário da morte de Elvis Presley não passou em branco no Reino Unido. O rei do rock reaparece na vice-liderança da parada britânica de discos com o relançamento de sua coletânea de grandes sucessos, a chamada “The 50 Greatest Hits”, que também alcança uma nova posição de pico na lista.

A compilação foi originalmente lançada no ano 2000, quando debutou apenas na oitava colocação, e foi superada apenas pelo último trabalho de Ed Sheeran, “÷”, por uma diferença pequeníssima de exatas 35 unidades vendidas. Com isso, o cantor chega à sua 16ª semana não consecutiva a frente da tabela com o título.

O maior lançamento dessa semana, entretanto, é de Kesha. O mais novo álbum de estúdio da cantora, “Rainbow”, emerge diretamente no quarto lugar, sua melhor colocação na tabela britânica de discos. Seus antecessores, “Animal” (2010) e “Warrior” (2012), estrearam nas oitava e 60ª posições, respectivamente.

Dois degraus abaixo, encontra-se Dodie, cantora que conquistou sucesso por meio do YouTube. Seu segundo extended play lançado de forma independente, “You”, debuta no sexto posto da lista, superando o desempenho de seu antecessor, “Intertwined”, que alcançou a 35ª colocação em dezembro do ano passado.

O The Cribs é o último nome a aparecer entre as dez primeiras posições com um disco inédito. O mais recente álbum da banda, “24–7 Rock Star Shit”, estreia no oitavo lugar em sua semana de abertura, igualando-se com a melhor marca obtida pelo grupo na tabela por “Ignore The Ignorant”, de 2009.

Os dez trabalhos de estúdio melhor posicionados na última atualização da parada britânica são:

1. “÷”, Ed Sheeran (-)
2. “The 50 Greates Hits”, Elvis Presley (*)
3. “Adiós”, Glen Campbell (2–3)
4. “Rainbow”, Kesha (*)
5. “Human”, Rag’n’Bone Man (4–5)
6. “You”, Dodie (*)
7. “Dua Lipa”, Dua Lipa (-)
8. “24–7 Rock Star Shit”, The Cribs (*)
9. “The Ultimate Collection”, John Denver (6–9)
10. “Everything Now”, Arcade Fire (3–10)


 

Depois de diversas semanas em destaque com sua participação especial no remix de “Despacito”, de Luis Fonsi e Daddy Yankee, Justin Bieber finalmente deve voltar a aparecer nas tabelas musicais com material solo. O mais novo single do cantor produzido em parceria com BloodPop, “Friends”, está previsto para estrear nas primeiras colocações tanto nos Estados Unidos quanto no Reino Unido — ameaçando até mesmo a liderança de Dua Lipa.

O canadense não é o único nome a rodear o topo da parada britânica. A boyband americana CNCO, que tem conquistado cada vez mais espaço na América Latina, pode debutar diretamente no primeiro lugar com “Reggaetón Lento”, comercialmente impulsionada na terra da Rainha pelo reforço do Little Mix em sua nova versão.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.