Depois de passar nove semanas na liderança absoluta da parada britânica de singles, a soberania de “Despacito”, sucesso dos porto-riquenhos Luis Fonsi e Daddy Yankee impulsionada pelo remix com a participação de Justin Bieber, chegou ao fim — por enquanto. A canção foi superada pela campanha de “Wild Thoughts”, mais recente parceria de DJ Khaled com Rihanna e Bryson Tiller que chega ao topo com o seu crescente desempenho no Reino Unido.

Apesar de já não estar mais à frente da tabela britânico, “Despacito” segue firme e isolada na primeira posição nos Estados Unidos. A faixa segue liderando os principais quesitos de contagem utilizados na parada americana e deve permanecer em destaque pelas próximas atualizações,conforme se afasta cada vez mais da concorrência.

Quem também segue no topo é Jay-Z, que continua colhendo os frutos das vendas digitais de seu último álbum de estúdio, “4:44”. O rapper permanece em alta na tabela americana pela segunda semana, ainda que tenha amargado índices negativos no Reino Unido com os novos lançamentos de Bugzy Malone, John Denver, Oh Wonder, Joe McElderry e The Vamps, este que é o novo líder da parada britânica de discos com o inédito “Night & Day”.

BILLBOARD
ESTADOS UNIDOS

Mesmo não estando mais no topo do Reino Unido, o domínio de “Despacito” tem continuidade nos Estados Unidos. A colaboração entre Luis Fonsi e Daddy Yankee alavancada pela participação de Justin Bieber em sua reedição chega à sua 11ª semana na liderança da Billboard Hot 100, isolando-se ainda mais dos singles concorrentes.

A canção registrou cerca de 57,6 milhões de audições em plataformas de streaming pelos Estados Unidos, 145 milhões de pontos em formato airplay e 118 mil vendas digitais, empatando com a marca obtida por “Hello”, de Adele, ao alcançar sua 11ª semana consecutiva com mais de 100 mil downloads contabilizados.

Com isso, “Despacito” está a mais uma semana no topo de se tornar oficialmente o maior sucesso de 2017 em território americano. Caso o single perdure na liderança por mais uma atualização, a canção empataria com a marca de 12 semanas no topo de “Shape Of You”, hit de Ed Sheeran que atualmente se encontra no sexto lugar — sua pior colocação na tabela desde seu lançamento, no início de janeiro.

Graças aos descontos digitais do iTunes, Charlie Puth subiu para as dez primeiras posições da Billboard Hot 100 pela terceira vez em sua carreira com a sua atual música de trabalho, “Attention”. A faixa escalou três degraus rumo ao décimo posto da tabela com aproximadamente 52 mil downloads, 78 milhões de rádios americanas alcançadas e 15,4 milhões de streams, obtendo o melhor desempenho do cantor desde os singles “See You Again”, parceria com Wiz Khalifa que chegou ao topo em 2015; e “We Don’t Talk Anymore”, sucesso produzido ao lado de Selena Gomez que alcançou a nona posição no ano passado.

French Montana também registrou uma nova posição de pico com o seu mais recente single, “Unforgettable”, devido ao lançamento de seu mais novo álbum de estúdio. O single gravado com Swae Lee, do Rae Sremmurd, disparou para a quinta colocação da lista com um crescimento de 68% em vendas digitais e 14% em streams, tornando-se o maior sucesso do cantor na parada americana de singles.

Confira como são ocupadas as dez primeiras posições da última atualização da Billboard Hot 100:

1. “Despacito”, Luis Fonsi e Daddy Yankee com Justin Bieber (-)
2. “Wild Thoughts”, DJ Khaled com Rihanna e Bryson Tiller (-)
3. “That’s What I Like”, Bruno Mars (4–3)
4. “I’m The One”, DJ Khaled com Justin Bieber, Quavo, Chance The Rapper e Lil Wayne (3–4)
5. “Unforgettable”, French Montana e Swae Lee (9–5)
6. “Shape Of You”, Ed Sheeran (5–6)
7. “Believer”, Imagine Dragons (-)
8. “There’s Nothing Holdin’ Me Back”, Shawn Mendes (-)
9. “Body Like A Back Road”, Sam Hunt (10–9)
10. “Attention”, Charlie Puth (13–10)

Assim como já era apontado pelas expectativas comerciais, Jay-Z continua à frente da Billboard 200 com o desempenho de seu mais recente projeto, “4:44”. O novo disco do rapper obteve 87 mil unidades vendidas em sua segunda semana em circulação digital e disponível para streaming em todas as plataformas (exceto o Spotify), o suficiente para se manter no posto.

Com isso, o álbum impediu um avanço ainda maior de “DAMN.”, sucesso absoluto de vendas de Kendrick Lamar que chega à sua 14ª semana consecutiva entre as três primeiras colocações. Desta vez, o trabalho assume a vice-liderança da lista com aproximadamente 56 mil cópias comercializadas, um desempenho 3% superior ao alcançado nas últimas atualizações da tabela.

A maior estreia da semana é a de “Jungle Rules”, mais novo título de French Montana que debuta diretamente no terceiro lugar ao reunir cerca de 52 mil unidades comercializadas em sua abertura de vendas. O disco supera a marca do trabalho de estreia do cantor, “Excuse My French”, que teve seu pico na quarta posição em seu lançamento, em 2013.

Ainda há destaque para o retorno de Khalid aos dez álbuns melhor colocados nesta semana. O primeiro disco do cantor, “American Teen”, subiu quatro degraus em direção à nona posição com o contínuo aumento da popularidade de seu single carro-chefe, “Location”, que tem crescido cada vez mais na Billboard Hot 100.

As dez primeiras colocações da Billboard 200 são ocupadas na seguinte forma:

1. “4:44”, Jay-Z (-)
2. “DAMN.”, Kendrick Lamar (3–2)
3. “Jungle Rules”, French Montana (*)
4. “Grateful”, DJ Khaled (-)
5. “Issa Album”, 21 Savage (2–5)
6. “÷”, Ed Sheeran (5–6)
7. “Evolve”, Imagine Dragons (6–7)
8. “Moana (Official Motion Picture Soundtrack)”, trilha sonora de “Moana: Um Mar de Aventuras” (9–8)
9. “American Teen”, Khalid (13–9)
10. “24K Magic”, Bruno Mars (11–10)

OFFICIAL CHARTS
REINO UNIDO

O reino de “Despacito”, parceria entre Luis Fonsi e Daddy Yankee alavancada pelo reforço de Justin Bieber, teve fim no Reino Unido. Após nove semanas não consecutivas à frente da lista de singles, a canção cedeu o topo da tabela para “Wild Thoughts”, atual música de trabalho de DJ Khaled produzida ao lado de Rihanna e Bryson Tiller.

A faixa marca a segunda aparição de DJ Khaled na primeira colocação da parada britânica e a nona de Rihanna, que empata com o ABBA e as Spice Girls e se torna a décima artista com mais de nove singles a chegarem ao topo na história do Official Charts.

Além do novo líder da tabela, pouco se altera nas posições de destaque do Reino Unido. Apesar de ter perdido o topo, Justin Bieber reaparece com sua participação especial em “2U”, última música de trabalho de David Guetta que sobe para a décima colocação após ter decaído nas últimas semanas e se estabelece como o único novo nome entre os dez primeiros lugares.

Enquanto isso, o Little Mix retorna à sua posição de pico ao escalar duas casas com o seu mais recente single, “Power”, rumo ao oitavo posto da lista. A canção tem ganhado destaque pela terra natal da girlband com a sua nova versão, que contém a participação especial do rapper Stormzy.

Dado isso, os dez principais singles atualmente no Reino Unido são:

1. “Wild Thoughts”, DJ Khaled com Rihanna e Bryson Tiller (2–1)
2. “Despacito”, Luis Fonsi e Daddy Yankee com Justin Bieber (1–2)
3. “Unforgettable”, French Montana e Swae Lee (-)
4. “Feels”, Calvin Harris com Pharrell Williams, Katy Perry e Big Sean (-)
5. “Mama”, Jonas Blue e William Singe (-)
6. “Strip That Down”, Liam Payne e Quavo (7–6)
7. “Your Song”, Rita Ora (8–7)
8. “Power”, Little Mix e Stormzy (10–8)
9. “Pretty Girl”, Maggie Lindemann (-)
10. “2U”, David Guetta e Justin Bieber (11–10)

Pela primeira vez em sua carreira, o The Vamps assume o topo da parada britânica de discos. Com o seu mais novo álbum de estúdio, “Night & Day”, a banda superou as expectativas iniciais de venda e desbancou Ed Sheeran na liderança da tabela por esta atualização.

“Night & Day” é o terceiro trabalho do grupo britânico e sucede “Wake Up”, que alcançou a décima posição no ano passado; e o projeto de estreia “Meet The Vamps”, que debutou na vice-liderança em 2014. Por enquanto, também é apenas o quarto título a superar Ed Sheeran na tabela de discos, ao lado de artistas como Kasabian, London Grammar e os Beatles.

Junto ao The Vamps, quatro outros nomes aparecem em evidência com novos lançamentos. Entre eles, encontra-se Bugzy Malone, que emerge na quarta colocação com o extended play inédito “King Of The North”, à frente da coletânea de sucessos de John Denver, que reabre no quinto degrau da lista.

Quem também contou com a influência local para garantir uma estreia entre as primeiras posições foi o Oh Wonder. O novo álbum de estúdio do duo, “Ultralife”, assumiu o oitavo lugar da lista após sua primeira semana de vendas, superando o seu desempenho comercial em outros países da mesma maneira que Joe McElderry, vencedor de uma das edições do reality show britânico “The X Factor” cujo mais recente trabalho, “Saturday Night At The Movies”, debuta no décimo posto.

Os dez títulos melhor colocados na mais recente atualização da tabela britânica de discos são:

1. “Night & Day”, The Vamps (*)
2. “÷”, Ed Sheeran (1–2)
3. “Human”, Rag’n’Bone Man (5–3)
4. “King Of The North”, Bugzy Malone (*)
5. “The Ultimate Collection”, John Denver (*)
6. “4:44”, Jay-Z (3–6)
7. “Funk Wav Bounces Vol. 1”, Calvin Harris (6–7)
8. “Ultralife”, Oh Wonder (*)
9. “Glory Days”, Little Mix (-)
10. “Saturday Night At The Movies”, Joe McElderry (*)


A onda de novos discos desta semana certamente impactará as próximas atualizações das paradas americana e britânica. Em destaque, encontra-se “Lust For Life”, aguardadíssimo novo álbum de estúdio de Lana Del Rey que tem grandes chances de ocupar a liderança na semana que vem em ambas as listas, desacompanhada de concorrências em mesma escala.

Além da cantora, os rappers Meek Mill e Tyler, The Creator devem se destacar com seus novos trabalhos, “Wins & Losses” e “Flower Boy”, respectivamente, da mesma forma que o Nine Inch Nails e seu novo EP, “Add Violence”, e o disco inédito do Foster The People, “Sacred Hearts Club”.

Vale ressaltar também a influência comercial do noticiamento da recente morte do ex-vocalista do Linkin Park, Chester Bennington, que alavancou as vendas de discos da banda ao longo da última semana. É provável que tal impulso seja refletido nas paradas em suas próximas atualizações.

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.