3 de novembro de 2017 por karen Costa.

A uma semana do lançamento de Reputation, de Taylor Swift, nós já percebemos que o álbum será essencialmente pop. “Look What You Made Me Do”, “…Ready For This?”, “Call It What You Want” e “Gorgeous”, faixas já lançadas, deixaram isto claro. E reafirmaram a sonoridade que a cantora abraçou no 1989, primeiro álbum completamente pop de sua carreira. Afinal, Taylor foi lançada no country, e até 2014 foi a principal representante do gênero em rádios e premiações não-country.

Mas antes mesmo de decidir se arriscar pelo gênero que tem na realeza Britney e Madonna, Taylor já havia mostrado sua veia pop em faixas esporádicas, geralmente os maiores sucessos dos seus discos.

Em preparação ao que está por vir, resolvemos mostrar a construção pop de Swift até o que será seu quinto álbum de estúdio. Confira:

“I Knew You Were Trouble”, “22” e “We Are Never Ever Getting Back Together”

Primeiro, as três faixas que, segundo críticos, não deram à Taylor o Grammy de Melhor álbum do Ano em 2014. Parte do disco Red, “I Knew You Were Trouble”, “22” e “We Are Never Ever Getting Back Together” acabaram por “enfraquecer” o conceito do álbum, que não era nem country nem pop por completo. Esta “frustação” foi o que moveu Swift a criar o 1989, inteiramente pop.

Pois bem: as três canções foram o primeiro salto de cabeça de Taylor no gênero pop. O ritmo mais dançante de cada uma, o uso de guitarras e baterias, o ritmo eletro que cada canção carrega mostrou uma face ainda inexplorada na sonoridade da americana. Os refrões “chiclete” falando de relacionamentos mal sucedidos (“I Knew You Were Trouble” e “We Are Never Ever Getting Back Together”) e da vida e sentimentos de alguém com 22 anos (“22”) grudaram na cabeça mesmo daqueles que não eram tão fãs da cantora.

“Story Of Us”

Quarto single de Speak Now, “Story Of Us” foi para a crítica uma tentativa (supostamente frustrada) de Swift em abraçar seu lado pop. Com fortes elementos pop rock, principalmente das guitarras marcantes, a canção fugiu do algo-quase-acústico que Taylor vinha fazendo com seu violão e banjos. Composta após um encontro desconfortável da americana com o ex John Mayer, a faixa relata o sentimento de “vazio” que invadiu a cantora durante a premiação em que eles estavam.

“Change”

Mesmo no início de sua carreira, com o Fearless, Taylor já mostrava uma veia pop como em “Change”. Pop rock mais “lento”, a canção foi adotada como uma das músicas oficiais da equipe americana dos Jogos Olímpicos de 2008, que ocorreram em Pequim, na China. A faixa era frequentemente tocada nos ônibus dos atletas.

E então, ansioso para o Reputation? O álbum chega às lojas e serviços de streaming no dia 10 de novembro.

Leia também: Por que Taylor Swift não é a salvação do pop?

Comentários

Mais lidas
Alguns direitos reservados / 2013 - 2017.
Desenvolvido por Lucas Mantoani.